• 25 de junho de 2022

Um Canabidiol turbinado?

 Um Canabidiol turbinado?

Foto: Freepik

Um laboratório norte-americano encapsulou o CBD para aumentar a absorção pelo corpo. Mas será que isso é possível? Entenda.

Nos últimos dias, uma empresa canadense apresentou ao Brasil uma inovação um tanto quanto curiosa: um tipo de canabidiol capaz de ser absorvido até 10 vezes mais, comparado aos demais. 

A tecnologia, desenvolvida pelo laboratório Thronus Medical especializado em cannabis, ainda promete menos efeitos colaterais ou restrições alimentares. 

O Brasil concentra o maior mercado de Canabidiol (CBD) da América Latina, o que tem chamado atenção do mercado estrangeiro. 

Foto: Freepik

Como funciona?

Segundo a empresa, uma cientista conseguiu encapsular o CBD em uma solução hidrossolúvel. Mas o que isso quer dizer?

De acordo com Mariana Maciel Halpin, médica que criou a tecnologia, o canabidiol é um lípido, ou seja, uma molécula que não dissolve em água, mas em gordura.Contudo, mais de 70% do corpo humano é composto por água, o que dificulta a absorção do CBD.

Por isso, a cientista conseguiu encapsular a molécula para diminuí-la em 17 nanômetros, o que possibilitou uma absorção maior do corpo. 

Benefícios

Com a inovação, o laboratório garante algumas vantagens. Uma delas é a diminuição de efeitos colaterais como diarréia, por exemplo.

Por causa da sua absorção apenas em gordura, pessoas que precisam de quantidades elevadas de CBD ingerem muito óleo ou precisam administrá-lo junto a alimentos com gordura, o que pode provocar a desregulação do intestino. 

Por isso, a médica garante que a solução hidrossolúvel pode ser a solução para evitar o problema. 

Efeitos mais rápidos.

A canandense Thronus Medical ainda aponta outra vantagem: a absorção mais rápida, que garante os efeitos o quanto antes.

Halpin também acrescenta que a rapidez é comparável a inalação do canabidiol, que garante alívio imediato.

Tainara Cavalcante

Jornalista e produtora de conteúdo no Cannalize. Amante de literatura, fotografia e conteúdo de qualidade.

Mais Notícias