• 26 de junho de 2022

Torcicolo: O que é, Causas, Sintomas, Fatores de riscos e Tratamentos

 Torcicolo: O que é, Causas, Sintomas, Fatores de riscos e Tratamentos

Quem nunca acordou pela manhã com aquela dor desconfortável na região da nuca e pescoço que muitas vezes atrapalham nas atividades diárias. Essa dor na maioria é chamada de torcicolo e todos nós estamos sujeitos a ela.

O torcicolo é uma torção do pescoço na qual a cabeça fica inclinada para um lado, enquanto o queixo fica virado para o outro.

Essa torção no pescoço é uma condição capaz de causar muita dor e desconforto, gerando limitações na liberdade de movimentação da cabeça. 

Por ocorrer uma contração muscular muito forte, localizada na região cervical. As fibras musculares ficam tão apertadas, que pode acontecer até mesmo problemas na circulação do sangue.

Tipos de torcicolo

Existem diferentes formas possíveis de torcicolo. Entre eles estãos:

Torcicolo congênito: é a contração do músculo lateral do pescoço, sendo mais comum em recém-nascidos.

Torcicolo dermatológico: é caracterizado pela limitação do movimento do pescoço por causa de lesões na pele.

Torcicolo espasmódico: é o tipo mais comum, também conhecido como torcicolo espástico ou torcicolo intermitente, podendo ser causada por tensão emocional, sobrecarga física, trauma por deslocamento súbito ou permanência na mesma posição por períodos prolongados.

Torcicolo vestibular: é um torcicolo que não está relacionado ao músculo do pescoço, mas sim à estrutura responsável pelo nosso equilíbrio: o labirinto, que fica dentro do ouvido.

Torcicolo neurogênico: é a torção de pescoço decorrente de distúrbio ou acidente cerebral, como AVC ou traumatismo craniano.

Torcicolo ocular: é um tipo de torcicolo ligado à paralisia de músculos oblíquos extra-oculares, ou seja, aqueles envolvidos com a inclinação e a rotação da cabeça.

Torcicolo reumatológico: é causado por doenças reumatológicas que podem afetar os músculos do pescoço, como artrose, fibromialgia, osteoporose, gota, tendinite, bursite, febre reumática, artrite reumatoide e demais patologias que afetam a coluna vertebral.

Torcicolo espúrio: é ocasionado por fraturas ou degenerações nas vértebras cervicais.

Causas

Basicamente, o torcicolo é uma contratura feita pelo corpo com o objetivo de proteger a cabeça e a coluna cervical, provavelmente após um traumatismo.

No geral, ele pode ser resultado, por exemplo, de um grande acúmulo de tensões emocionais, causando uma rigidez no pescoço e, subsequentemente, o torcicolo em si.

Além disso, pode ser causado por uma posição incorreta da cabeça durante o sono e por um movimento muito brusco, causado por um exercício físico feito de forma incorreta.

A torcicolo pode se apresentar como um sintoma de outras condições médicas, como o hipertireoidismo e o tumor no pescoço.

Principais Sintomas

No caso de torcicolo, os principais sinais e sintomas incluem:

  • Problemas ao movimentar a cabeça;
  • Dor de cabeça;
  • Tremor da cabeça;
  • Dor no pescoço;
  • Ombro mais alto de um lado do corpo;
  • Rigidez dos músculos do pescoço;
  • Inchaço dos músculos do pescoço.

Esses sintomas podem durar dias de acordo com a gravidade, causa e tratamento após a lesão, ou seja, varia de pessoa para pessoa.

Principais fatores de riscos

Essa lesão pode atingir pessoas de todas as idades, mas alguns fatores de risco são listados  pelos médicos para a ocorrência de um torcicolo, entre elas estão:

  • Mais recorrente entre 30 e 60 anos;
  • Mulheres possuem maior risco de desenvolver o problema do que homens;
  • Histórico familiar para a lesão;
  • Presença de anormalidades congênitas na coluna cervical;
  • Consumo de drogas que possam levar ao espasmo muscular;
  • Traumas anteriores na região.

Não é raro, no entanto, que o espasmo apareça subitamente, sem causa aparente, ou mesmo durante o sono.

Possíveis tratamentos

Mas afinal, existem tratamentos para o torcicolo?

A resposta é simples: Sim, existe um tratamento para o torcicolo e  pode ser feito por meio de um colar cervical, que alivia o trabalho do pescoço e permite que os músculos comecem a relaxar de forma progressiva.

Além disso, medicamentos para torcicolo podem ser usados no alívio da dor, além da aplicação de calor na região e da realização de massagens. 

A melhor fórmula de como curar torcicolo é dada por um médico ortopedista qualificado.

Por fim, o paciente que apresenta torcicolo pode ser indicado para um tratamento com fisioterapeuta, para fortalecer os da coluna cervical.

Bruno Oliveira

Tradutor e produtor de conteúdo do site Cannalize, apaixonado por música, fotografia, esportes radicais e culturas.

Mais Notícias