• 25 de junho de 2022

Remédio Annita: O que é, Para que serve, Benefícios, Efeitos, Contraindicações e Como usar

 Remédio Annita: O que é, Para que serve, Benefícios, Efeitos, Contraindicações e Como usar

Quem nunca sentiu aquela dor de estômago que atrapalha o bem estar, não é mesmo? Mas existem pessoas que passam por dores gastrointestinais bem mais intensas e que muitas vezes precisam usar medicamentos constantemente. Um deles é o Remédio Annita.

Antes de tudo, calma. Não se trata de uma marca lançada pela artista muito conhecida no Brasil e no mundo fora.

O remédio Annita é um medicamento que possui uma substância específica chamada de  nitazoxanida na composição, indicada para o tratamento de infecções como gastroenterites virais, causadas por rotavírus e norovírus e helmintíases causadas por vermes.

Esse medicamento está disponível em comprimidos ou suspensão oral, e pode ser comprado em farmácias por um preço que pode atingir de  20 a 50 reais, mediante apresentação de receita médica.

Como usar este medicamento?

Esse medicamento pode ser em suspensão oral ou comprimidos revestidos deve ser consumido  com alimentos, para garantir uma grande absorção. 

Referente às doses, elas devem ser prescritas pelo médico de acordo com o problema a tratar, como por exemplo:

  • Gastroenterites virais: É indicado o uso de 1 comprimido de 500 mg, 2 vezes ao dia, durante 3 dias consecutivos; 
  • Helmintíases, amebíase, giardíase, isosporíase, balantidíase, blastocistose: O recomendado é o uso de 1 comprimido de 500 mg, 2 vezes ao dia durante 3 dias consecutivos; 
  • Criptosporidíase: É  indicado o uso de 1 comprimido de 500 mg, 2 vezes ao dia, durante 3 dias consecutivos; 
  • Criptosporidíase: Geralmente é indicado o uso de 2 comprimidos de 500 mg, 2 vezes ao dia. Deve-se manter a medicação por, no mínimo, 8 semanas ou até a resolução dos sintomas.

Quais são os cuidados necessários ao usar o Annita?

Além do uso do medicamento, para que seja evitado doenças gastrointestinais, são recomendadas as seguintes medidas higiênicas:

  • Lavar bem as frutas e verduras;
  • Lavar bem os utensílios domésticos;
  • Manter os alimentos e depósitos de água cobertos;
  • Manter as mãos sempre limpas e as unhas cortadas e não levá-las até a boca;
  • Utilizar água tratada, filtrada ou fervida e não beber água em recipientes impróprios;
  • Manter local adequado para depósito de fezes humanas ou de animais;
  • Não comer carne suína e/ou bovina crua ou mal cozida;
  • Não adquirir carne de procedência duvidosa;
  • Não andar descalço em locais possivelmente infectados.

Mas e os efeitos colaterais?

Como já sabemos, a preocupação de muitos são os efeitos colaterais.

No caso desse remédio, os mais comuns acontecem no trato gastrointestinal, principalmente náuseas acompanhadas dos seguintes sintomas

  • Dor de cabeça;
  • Perda de apetite;
  • Vômitos;
  • Mal estar;
  • Cólica.

Existem também relatos de alteração da cor da urina e do esperma, o que se deve à coloração de alguns dos componentes da fórmula do medicamento.

Caso a cor alterada persistir após o término do uso do medicamento, o paciente deve consultar um profissional da saúde.

Contraindicações

Este medicamento não deve ser usado em pessoas com as seguintes condições:

  • Diabetes;
  • Insuficiência hepática;
  • Insuficiência renal;
  • Hipersensibilidade.

Além disso, os comprimidos não devem ser usados por crianças com menos de 12 anos. 

Bruno Oliveira

Tradutor e produtor de conteúdo do site Cannalize, apaixonado por música, fotografia, esportes radicais e culturas.

Mais Notícias