• 25 de junho de 2022

Quase metade das mulheres americanas com câncer de mama fazem o uso da cannabis medicinal nos EUA

 Quase metade das mulheres americanas com câncer de mama fazem o uso da cannabis medicinal nos EUA

Outubro é um mês muito importante para conscientizar  a prevenção ao câncer de mama. Como a cannabis é uma planta que tem ganhado espaço no ramo medicinal, uma pesquisa mostrou que 42%  de pacientes com câncer que fazem o uso da erva.

De acordo com uma recente pesquisa feita por um grupo de saúde online, quase metade das mulheres com câncer de mama nos Estados Unidos usam cannabis para controlar os sintomas.

O grupo de apoio online, Breast Cancer.org, localizado na Pensilvânia, EUA, entrevistou cerca de  612 mulheres de forma anônima com câncer de mama e 42% relataram que usaram cannabis para o alívio de uma série de sintomas associados à doença e ao tratamento.

A cannabis medicinal é legal e amplamente disponível para uma série de doenças nos Estados Unidos, inclusive como opção de tratamento para o câncer. No entanto, a cannabis continua ilegal para fins recreativos, de acordo com a lei federal.

A pesquisa registrou dados demográficos de pacientes, além de informações sobre variáveis de cânceres de mama como:

  • Tipo;
  • Estágio;
  • Status de tratamento.

Além disso, foram analisadas também detalhes da cannabis como tempo de uso em relação à terapia, por exemplo, antes, durante e depois do tratamento, produtos usados, fontes e percepções sobre a segurança da cannabis.

Foi registrado que, enquanto 42% das entrevistadas relataram alguma forma de uso de cannabis associada ao seu tratamento, um total de 64% dos pacientes participantes relataram estar muito ou extremamente interessados no uso medicinal da cannabis.Contudo, somente 39% das participantes discutiram o uso de cannabis medicinal com seus médicos.

Apenas 23% das participantes disseram que seu uso de cannabis foi exclusivamente para o controle dos sintomas, com o restante afirmando que seu consumo era medicinal e recreativo. 

Além disso, entre os pacientes que disseram usar cannabis, 79% usaram junto com o tratamento e 54% usaram a erva após o término do tratamento.

Os motivos mais comumente relatados para o uso de cannabis nesta amostra de pacientes foram para o alívio dos seguintes sintomas.

Três quartos dos consumidores de cannabis acreditam que o produto é extremamente útil no alívio de seus sintomas.

Esta pesquisa também apresentou resultados interessantes sobre as opiniões dos pacientes sobre o uso de cannabis medicinal: 

  • Cerca de 57% dos entrevistados que relataram o uso de cannabis afirmaram que o fizeram porque não encontraram outra forma de tratar seus sintomas. 
  • Cerca de 49% afirmaram que usaram cannabis na crença de que ela poderia tratar o câncer.

Os responsáveis pela  pesquisa relataram sua preocupação com essas descobertas, citando dados limitados disponíveis sobre segurança, eficácia e potenciais interações medicamentosas. 

No entanto, 71% das participantes afirmaram acreditar que os benefícios da cannabis superam seus riscos.

Referências

  • Canex

Bruno Oliveira

Tradutor e produtor de conteúdo do site Cannalize, apaixonado por música, fotografia, esportes radicais e culturas.

Mais Notícias