• 24 de junho de 2022

Por que remédios à base de CBD precisam de outros canabinóides?

 Por que remédios à base de CBD precisam de outros canabinóides?

Você sabe o por quê os medicamentos feitos de canabidiol precisam de uma porcentagem mínima de THC? Por que não usar apenas um?

Embora a cannabis tenha centenas de canabinóides, de longe o mais conhecido é o canabidiol (CBD). Ele aparece em quase todos os tratamentos à base da planta, sendo a principal substância na formulação.

Ainda mais porque não gera efeitos alucinógenos como o tetra-tetraidrocanabinol (THC), sem contar que os seus efeitos colaterais são bem mais leves, comparados a tratamentos convencionais.

Então por que é preciso outros canabinóides para que o CBD faça efeito?

Por causa de uma coisa chamada efeito entourage, ou efeito comitiva. Já falamos sobre ele aqui. Para quem não sabe ele mostra que um canabinóide pode potencializar o outro, se usados em conjunto.

Separados, o THC e o CBD apresentam uma proporção de 50% dos seus efeitos, mas juntos, podem ser 10 vezes mais eficientes.  Várias pesquisas sobre isso são feitas, e todas com resultados potencializados.

Um estudo de 2018, por exemplo, mostrou que o efeito sinérgico dos canabinóides teve mais efeitos no tratamento para o câncer do que o THC isolado. E com centenas de canabinóides, as possibilidades são infinitas.  

O efeito entourage acontece mesmo quando a quantidade de outros canabinóides é mínima. Por isso, medicamentos à base de cannabis já fazem efeito mesmo que o THC não passe de 1% na sua formulação.

Os casos variam, as condições e patologias também. Regulação e testes de dosagem são sempre necessários. Mas o uso combinado dos canabinóides extraídos da planta é fundamental para que aconteça o efeito entourage e potencialize os efeitos.

CBD inibe os efeitos negativos do THC

Muita gente fica com um pé atrás em relação ao tetra-tetraidrocanabinol, por conta das reações alucinógenas que ele pode provocar, principalmente na forma fumada do uso popular. 

No entanto, ele tem muitos benefícios positivos, como no auxílio ao tratamento de dores crônicas, esclerose múltipla, câncer e fibromialgia.

Sem contar que o CBD inibe as reações negativas do THC. Isso porque o CBD é capaz de bloquear a capacidade do tetra-tetraidrocanabinol de superestimular uma via do hipocampo, o que evita os efeitos negativos.

Em um outro estudo, realizado pela Western University no Canadá, mostrou que o CBD é capaz de reverter comportamentos relacionados à ansiedade e dependência, causados pelo THC.

 

Tainara Cavalcante

Jornalista e produtora de conteúdo no Cannalize. Amante de literatura, fotografia e conteúdo de qualidade.

Mais Notícias