• 8 de maio de 2021

Por que o CBN pode confundir os testes de drogas?

 Por que o CBN pode confundir os testes de drogas?

Um estudo americano mostrou que esta molécula presente na Cannabis pode indicar a presença de THC no organismo, mesmo sem a pessoa ter fumado nenhum grama de maconha. Mas por que isso acontece?

Já falamos aqui que o Canabinol (CBN) pode ser o próximo canabinoide emergente do mercado.

Suas propriedades medicinais estão concentradas, sobretudo no combate à insônia e ansiedade. Um estudo feito em laboratório sugere até que o CBN pode ser o canabinoide mais sedativo já encontrado.

Embora considerado um canabinoide pequeno, pode auxiliar em tratamentos de algumas doenças, desde infecções causadas por bactérias até inflamações graves.

Ele pode ser encontrado até no cânhamo. Há especulações até que ele pode ter tantos benefícios para a saúde quanto o famoso Canabidiol (CBD).

Entretanto, um estudo feito no ano passado no Centro de Ciências da Saúde da Universidade de Utah, nos Estados Unidos, mostrou que o CBN pode ser detectado nos testes de drogas, e confundido com o tetraidrocanabinol (THC), o componente da cannabis que gera os efeitos psicotrópicos da maconha.

Ao testarem alguns canabinoides em um dos exames de drogas mais comum, foi descoberto que o CBN é o canabinoide mais provável de causar um falso resultado positivo para maconha.

O teste confirmou a presença de THC até com apenas 100 ng/ml de canabinol. Estas descobertas podem ajudar na interpretação dos testes de drogas, quando o paciente utilizar o CBN como tratamento. 

O fato curioso é que o CBN não causa os efeitos do THC, ele é mais parecido com o canabidiol. Contudo, o CBD não aparece nos testes de drogas.

Como isso acontece?

Talvez você tenha se perguntado: Mas por que o CBN pode causar este tipo de resultado e outros canabinoides não? Vamos lá.

A cannabis possui uma variedade de canabinoides, pequenas moléculas que possuem características diferentes. Os dois mais conhecidos são o CBD e o THC. Isso porque eles foram descobertos primeiro e estão em maior abundância na planta.

Entretanto, existem também os chamados canabinoides menores, que embora estejam em pequenas quantidades também podem ser utilizados para o tratamento de uma série de condições. 

Um fato curioso é que pode ser a chave para esta resposta, é o fato deles aparecerem de acordo com o processo de crescimento da planta, onde alguns canabinoides podem se transformar em outros.

Quando a planta está mais velha, por exemplo, o THC é transformado em CBN. Quanto mais a cannabis é antiga, mais quantidade de canabinol aparece.

O CBN é criado quando o tetraidrocanabinol é aquecido e exposto ao oxigênio. Isso pode acontecer através da luz solar ou outro método. Consequentemente há uma quebra das moléculas do THC.

Com isso você já solucionou o caso, não é mesmo?

Avatar

Tainara Cavalcante

Jornalista e produtora de conteúdo no Cannalize. Amante de literatura, fotografia e conteúdo de qualidade.

Mais Notícias