Estudo: cannabis não provoca obesidade e pode ajudar a perder peso

Estudo: cannabis não provoca obesidade e pode ajudar a perder peso

Sobre as colunas

As colunas publicadas na Cannalize não traduzem necessariamente a opinião do portal. A publicação tem o propósito de estimular o debate sobre cannabis no Brasil e no mundo e de refletir sobre diversos pontos de vista sobre o tema.​

Quem diz que cannabis só dá fome e sono está completamente enganado e temos um estudo que pode provar.

Pesquisadores de Belo Horizonte publicaram uma meta-análise no International Journal of Obesity, concluindo que indivíduos que consomem cannabis ou produtos relacionados à cannabis em ensaios clínicos normalmente experimentam perda de peso.

A conclusão deriva de resultados de ensaios clínicos randomizados envolvendo o uso de cannabis ou produtos relacionados à cannabis. 

Os estudos repercutiram na NORML, mídia especializada norte americana, e relataram que, em geral, o uso de cannabis reduz o peso e a circunferência da cintura, e em acompanhamento mais longos nota-se uma redução mais pronunciada do IMC (índice de massa corporal).

Os autores do estudo concluíram: “Essas descobertas sugerem que a cannabis e seus subprodutos podem ser considerados adjuvantes no tratamento da obesidade, ajudando a reduzir medidas antropométricas relevantes”.

Cannabis nos esportes: alto desempenho e clareza mental

Não é de hoje que quem lê a Cannalize sabe que a cannabis está longe de ser associada ao sedentarismo e à obesidade. Na verdade, ela é uma grande amiga dos atletas.

Seja no esporte amador ou na NBA, a cannabis pode ser uma grande aliada pois seus canabinoides ajudam na recuperação das lesões provocadas pela prática dos exercícios.

“Diversos estudos também demonstraram o papel do canabidiol na recuperação muscular, modulando a inflamação e diminuindo as dores osteomusculares pós-treino. E o CBD tem se firmado como um suplemento esportivo muito adequado”, comenta a médica do esporte Jéssica Durand.

Leia também: Cannabis no esporte: o melhor aliado dos campeões

Se os benefícios parassem por aí, já seriam bastante válidos para o bem-estar e para a recuperação dos usuários de cannabis medicinal. Mas existem efeitos benéficos do canabidiol principalmente à saúde mental, o que geralmente leva as pessoas a procurar hábitos mais saudáveis.

Por exemplo o atleta de BMX Cauan Madona, que encontrou mais clareza mental, foco e iniciativa, o que lhe trouxe vantagens na prática de bike e até nas competições.

 “O principal é o corpo, a mente, o emocional. Antes eu me via como qualquer outro atleta. Mesmo focado e dedicado, ainda ‘normal’. Depois que eu conheci a cannabis medicinal, comecei a me sentir mais criativo e pensar diferente dos outros. Comecei a me entender melhor.”

Tags:

Artigos relacionados

Relacionadas