• 17 de abril de 2021

Óleo de CBD usado para conserva de morangos

 Óleo de CBD usado para conserva de morangos

Já imaginou usar uma substância da planta cannabis para preservar frutas e deixá-las fresquinhas para o seu consumo? Pois é, isso é possível. Vamos descobrir como.

Com o passar dos anos, o canabidiol se tornou um aliado  importante. Hoje, é comercializado para ajudar com uma variedade de problemas.

Com essa evolução comercial e substancial, agora é possível adicionar a preservação de frutas a essa lista, de acordo com um estudo recente.

Sim, o canabinoide não intoxicante da planta cannabis, aparentemente pode ajudar os morangos a se manterem mais fresquinhos. Essa descoberta surgiu através dos pesquisadores da Universidade do Sul da Flórida.

O estudo foi programado para ser publicado na revista Postharvest Biology and Technology. Foram feitos testes com os efeitos antimicrobianos do canabidiol, mergulhando os morangos em óleo de CBD depois de colhidos.

De acordo com os especialistas, a intenção era saber se isso iria “reduzir o crescimento microbiano e estender a vida útil”.

“Tratar morangos com óleo de CBD prolonga a durabilidade do produto e reduz a carga microbiana.” disse os pesquisadores.

1830

Processo e resultados

Durante todo o processo, os morangos foram avaliados quanto à qualidade visual e carga microbiana antes e durante o armazenamento.

Os resultados deste estudo mostraram que o óleo CBD foi eficaz na manutenção da aparência visual dos morangos, em comparação com a fruta que não foi tratada dessa forma.

Além disso, os morangos que foram tratados com o canabinoide tiveram uma redução significativa na carga microbiana,, , em comparação com as que não foram. Isso resultou em menos produção de mofo e fermento.

“O óleo de canabidiol inibiu o crescimento de fungos nos morangos. Morangos tratados com o canabinoide tiveram melhor qualidade geral em comparação com frutas não tratadas. Os resultados indicam que o óleo CBD é promissor como um tratamento antimicrobiano para produtos frescos” em geral, concluíram os autores.

Para alcançar o frescor estendido, os pesquisadores armazenaram a fruta tratada com canabinóide a 1 grau Celsius por 8 dias e 10 graus Celsius por até 8 dias.

Os resultados mostram que o óleo CBD pode ser usado pelos consumidores em casa como um tratamento antimicrobiano eficaz e para estender a vida útil do morango.

Pesquisas e critérios de fiscalização

Entre outros benefícios inesperados do canabidiol, uma pesquisa separada publicada no início deste ano destacou a promessa do colutório (medicamentos que agem diretamente na gengiva e na mucosa) com CBD .

Esse estudo do morango afirma que, devido à atual falta de regulamentações federais para o composto de cannabis, “ainda há muitas incertezas em torno do uso de CBD como aditivo alimentar e da ciência e dos benefícios por trás do uso do canabinoide em formulações de alimentos”.

Esse cenário pode mudar à medida que a Food and Drug Administration (FDA) continua a finalizar as regras para o composto.


No final do ano passado, a agência foi obrigada pela legislação de apropriações promulgada, a fornecer uma atualização  sobre sua abordagem regulatória para a CDB.

A FDA tem usado critérios de fiscalização para o canabidiol desde que o cânhamo se tornou legal e continuou a emitir avisos para as empresas de cannabis em certos casos, como casos em que as empresas alegaram que o CBD poderia tratar ou curar o coronavírus e  fornecer avisos públicos sobre recalls .

Em julho deste ano, a FDA também apresentou um relatório ao Congresso sobre o estado do mercado de canabidiol, e o documento descreve os estudos que a agência realizou sobre o conteúdo e a qualidade dos produtos derivados da cannabis que testou nos últimos seis anos.

No mesmo mês, um projeto de lei de gastos do Congresso para o FDA foi lançado que inclui uma disposição que fornece “financiamento para desenvolver uma estrutura para regular os produtos de CBD.”

A agência também está buscando o fechamento de um contrato para ajudar a estudar o canabinoide à medida que desenvolve regulamentações para produtos que contenham o canabinoide não tóxico.

Referências

  •  marijuana moment
Avatar

Bruno Oliveira

Tradutor e produtor de conteúdo do site Cannalize, apaixonado por música, fotografia, esportes radicais e culturas.

Mais Notícias