• 24 de junho de 2022

Óleo de butano (BHO): o que é, extração, consumo e consistências

 Óleo de butano (BHO): o que é, extração, consumo e consistências
Ao contrário do Brasil, onde a descriminalização da cannabis segue a passos bem lentos, nos Estados Unidos a regulamentação expande cada vez mais o universo da planta.

Nessa onda de inovações, surgiu o BHO ou óleo de butano, uma espécie de extração mais concentrada da cannabis.

O processo para a obtenção do BHO é simples: a extração do THC ocorre pela dissolução das folhas, galhos e brotos de cannabis em gás butano.

Ao entrar em contato com a matéria orgânica, o gás produz uma espécie de óleo com textura parecida com mel.

A substância contém uma concentração de THC bem maior do que encontrada nos brotos, pois o butano retira o THC encontrado nos tricomas da planta, depositando-o no óleo.

É uma forma de concentração potente da cannabis que vem em várias consistências, incluindo extrator, estilhaçador, cera e muito mais. O nome dado, é pelo fato de ser um solvente usado para extrair óleos da cannabis.

Existem alguns perigos envolvidos com o uso do butano (gás incolor, inodoro e altamente inflamável) para extrair, como o risco de explosão.

Além de, quaisquer pesticidas, mofo ou outro contaminante presente na erva pode acabar se concentrando na extração. O que quer dizer que pode trazer riscos para os extratores e consumidores.

Para garantir sua segurança, a melhor forma de criar o BHO é deixando nas mãos de especialistas que possuem materiais e equipamentos adequados.

Existem muitos erros que podem ser cometidos durante o processo de extração que causam contaminação no extrato, mesmo se a flor usada estiver limpa.

Como o óleo de butano é extraído?

O material vegetal é carregado em um tubo e mergulhado em butano como solvente para separar os óleos. No entanto, existem mais formas de produzir este óleo.

Jateamento aberto

O método original de fabricar BHO, da qual os extratores comerciais evitam, é chamado de jateamento aberto.

A decapagem (remoção de camadas) a céu aberto, é uma técnica desatualizada, considerada perigosa e um desperdício.

O perigo vem pelo fato de não ter nada que possa conter o solvente inflamável. Como resultado, qualquer ignação (dispositivo que produz faíscas) próxima pode causar uma grande explosão.

Circuito fechado

Existem vantagens do sistema de circuito, além de não ter aberturas para vazamentos de gás inflamável.

Todos os solventes são preenchidos em um tanque pressurizado e em seguida, colocados em tubos onde todo o material da planta é guardado.

Vale a pena notar que apesar desse sistema ser mais seguro do que o anterior, devem ser tomadas algumas precauções, verificações de segurança e medidas rigorosas para evitar qualquer erro.

Outra vantagem é que os solventes (substâncias químicas) podem ser reutilizados. As substâncias residuais são coletadas no tanque de recuperação, onde podem ser armazenadas e recicladas.

Como o óleo de butano é consumido?

Se você não é um consumidor frequente de cannabis e não tem experiência com os concentrados, comece devagar.

O caminho mais comum para consumir BHO é com a assistência de um torch flame, dab rig e nail (equipamentos para o uso de concentrados).

Muitos usuários modernos de concentrados preferem a baixa temperatura com uma tampa. Os nails em formato de E é um ótimo caminho para apreciar as vantagens em baixa temperatura sem a necessidade de um torch flame (geralmente usado para aquecimento).

Um nail geralmente consiste em duas partes: o controlador onde você pode ajustar a temperatura e o elemento de aquecimento.

Quando o primeiro BHO ganhou popularidade, os nails de titanium foram usados para soltar as tampas super quentes, segundos depois ele foi incendiado.

Dabbing de baixa temperatura

As pinceladas de baixa temperatura envolvem o eixo do nail mais quente que devem esfriar antes de soltar o extrato.

Dependendo do nail , o tempo de espera pode variar de 20 segundos a 1 minuto. Tudo depende do quanto de calor o nail pode reter.

Uma vez que ele chega na temperatura ideal para vaporizar o óleo sem queimar completamente os terpenos e canabinóides instantaneamente.

Depois que os extratos derreterem no nail a tampa pode ser adicionada. Se o sabor for duro e queimado, com viscosidade nos lábios ou nos dentes, foi aquecido demais.

No entanto, se estiver mais suave e saboroso foi feito de maneira correta. Os nails devem ser limpos constantemente para que mantenham os sabores e aumentem a vaporização.

Inserto de quartzo

O próximo passo é o inserto de quartzo. Este é um processo mais longo, pois força os concentrados a passar de uma temperatura mais baixa para uma mais alta.

Esse método existe em diferentes formas e tamanhos. Estamos falando sobre as formas de copos que se encaixam em qualquer um dos melhores bangers de quartzo do mercado.

Para provar o máximo possível de terpenos enquanto mantêm um nível constante de vaporização, o recomendado é tentar uma técnica de queda de pastilhas. Preenchendo a inserção com concentrado.

Em seguida, aquecer o banger por cerca de 1 minuto. Dependendo da retenção de calor e tamanho do pincel, a pastilhas podem ser soltas em 5 a 30 segundos.

Diferentes consistências de BHO

Existem mais de uma dúzia de diferentes tipos de concentrados de cannabis.

Até se o butano for usado o tempo todo, a consistência do material pode variar, devido ao material e a técnica utilizada durante o processo de extração. Muitos procuram por cera, enquanto outros por vidro.

Óleo

O óleo de butano pode ser comparado ao petróleo, pois ele tem uma menor consistência do óleo de butano. É pegajoso e apenas um pouco mais grosso que um líquido. Óleos que são mais grossos do que o normal, são chamados de seivas. 

Óleos e seivas são difíceis de manusear em comparação com outras consistências. Como resultado, eles têm se tornado umas das formas mais populares de BHO no mercado.

Budder

É uma consistência que pode ser alcançada através da agitação durante o processo de extração. O nome vem pelo fato de ser semelhante à consistência da manteiga.

Tem a aparência pequena, molhada e pode ser facilmente recolhido e espalhado. Não há vantagens em esfarela-lo. Isso depende da preferência.

Os usuários de canetas de cera geralmente preferem peneirar, desintegrar ou quebrar ao invés de um óleo.

Crumble

Crumble é nomeado assim, porque ele se desfaz como um queijo seco. Quando um deles escapam da mão e caem, podem se desfazer em vários pedaços minúsculos que são difíceis de recolher.

Ele é mais fácil de manusear do que os óleos e também menos desejável do que o budder e shatter.

Shatter

É a única forma de concentrado de cannabis que pode ser manuseado sem ajuda de alguma ferramenta. Esse nome foi dado pelo fato e de parece com um vidro. O Shatter pode ter uma consistência mais simples e mais fácil de manusear.

Live Resin

É um concentrado que quase sempre é feito com o butano. Ela se difere de outros extratos por causa do material usado.

Os nugs ou guarnições que forem colhidos recentemente e criogenicamente congelados podem ser usados no processo de extração. Elas podem ter diferentes consistências incluindo o THCa, molho e açúcar.

O óleo de butano é o método mais comum de produzir extratos de cannabis. A maioria dos concentrados nas prateleiras dos dispensários é feito com ele.

Com mais e mais estados legalizando o uso da cannabis medicinal e recreativa nos Estados Unidos, muitos consumidores têm procurado aprender mais sobre esse incrível mundo da cannabis.

Lembrando que a cannabis é proibida no Brasil, salvo para uso medicinal mediante a autorização judicial e a importação só pode ser feita com a autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA).

Referências:

  • Hightimes
  • Ganjatalks

Bruno Oliveira

Tradutor e produtor de conteúdo do site Cannalize, apaixonado por música, fotografia, esportes radicais e culturas.

Mais Notícias