• 21 de junho de 2021

Mais barato: Novo CBD pode chegar às farmácias em julho 

 Mais barato: Novo CBD pode chegar às farmácias em julho 

O novo produto da NuNature se torna concorrência à Prati-Donaduzzi nas prateleiras das farmácias, com a vantagem de ser um produto três vezes mais barato. 

No mês passado, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou a comercialização de mais dois produtos à base de cannabis no Brasil. 

Com a autorização, a farmacêutica estadunidense NuNature obteve o direito de importar livremente para vender no Brasil, sem a necessidade de todos os documentos exigidos para a importação individual feito por cada paciente.

Se tudo der certo, os dois produtos com concentrações de 17,18 mg/mL e 34,36 mg/mL de canabidiol (CBD), com até 0,2% de tetraidrocanabinol (THC) poderão ser vendidos nas farmácias já em julho, ao lado do Canabidiol da Prati-Donaduzzi, até então, único produto nas prateleiras. 

Imagem: Weedmaps

Assim como o CBD da Prati-Donaduzzi, o produto será vendido com tarja preta, onde só poderá ser comprado com apresentação de receita médica. 

Contudo, com uma diferença: os dois novos produtos serão full spectrum. Isso quer dizer que não são feitos apenas com o canabidiol isolado, mas também com outros componentes da planta, como os flavonoides e terpenos. 

A intenção dessa mistura, chamada de efeito comitiva, é potencializar os efeitos do óleo de cannabis. 

Produto mais barato

Desde a aprovação da resolução 327, que autorizou a comercialização não só de remédios, mas de produtos à base da planta, especialistas diziam que os produtos só iriam ser acessíveis se tivesse concorrência.

Com apenas um produto à base de CBD no mercado nacional, o óleo da Prati-Donaduzzi é vendido a R$2.300,00, que pode baixar.

Principalmente por causa dos passos da nova concorrente. De acordo com uma entrevista da NuNature à Revista Exame, a expectativa é que o óleo de 1.000 mg (34,36mg/ml) custe R $840,00 e o de 500 mg (17,18 mg/ml) a R $520.

Com um centro de distribuição na baixada fluminense, a nova farmacêutica já tem contratos com a rede Raia Drogasil, além de conversas com outras empresas. 

Aposta no Brasil

 Segundo Christopher Cowart, vice-presidente de Sales & Marketing da empresa, ela foi desenvolvida para atuar no Brasil. 

Segundo ele, a NuNature tinha uma fazenda de cânhamo no Colorado, mas depois da resolução 327, aprovada no final de 2019, eles decidiram reestruturar todas as suas estruturas para se ajustar aos altos padrões da Anvisa. 

Outras empresas também aguardam aprovar os seus produtos no Brasil, como as farmacêuticas Belcher, Verdemed e Nunesfarma.

 

Avatar

Tainara Cavalcante

Jornalista e produtora de conteúdo no Cannalize. Amante de literatura, fotografia e conteúdo de qualidade.

Mais Notícias