• 19 de maio de 2022

Macho e Fêmea: como identificar o sexo da planta cannabis

 Macho e Fêmea: como identificar o sexo da planta cannabis

No mundo da cannabis, a reprodução pode acontecer de várias maneiras. As plantas monoicas produzem dois tipos diferentes de flores sobre a mesma planta, e as plantas hermafroditas cultivam flores únicas que reproduzem órgãos masculinos e femininos.

A cannabis é a planta dióica (espécies em que os sexos se encontram separados em indivíduos diferentes), ou seja, órgãos masculinos ou femininos aparecem em diferentes plantas.

Com a cannabis, as fêmeas geralmente são isoladas dos machos, se os machos forem colocados em um jardim pode causar a polinização, fazendo com que as femear criem sementes.

Isso é importante para quem quer ativar novas genéticas na planta, mas muitos agricultores preferem remover os machos para permitir que as fêmeas produzam brotos sem sementes, também chamados de sinsemilla.

Os brotos geralmente semeados são considerados como cannabis de baixa qualidade. Quando as sementes estão presentes, a fumaça é forte e desagradável.

A genética feminina pode ser garantida através de clones e sementes feminizadas.

Se, no entanto, você estiver trabalhando com sementes regulares e não tem certeza de qual é o sexo da sua semente, saber qual o sexo da planta é essencial para o desenvolvimento de novas genéticas, coletas ou cultivo de sinemilla.

Como saber o sexo da planta cannabis

As plantas cannabis revelam seu sexo através do que cresce entre os nós (onde folhas e galhos se estendem). Os sacos de pólen se desenvolverão em uma planta macho para espalhar semente e o estigma desenvolverá em uma planta fêmea para pegar o pólen.

Essas diferenças podem ser percebidas semanas antes de realmente começarem a exercer sua função no ciclo de produção, conhecidos como ”pré-flores”.

As Pré-flores começam a se desenvolverem quatro semanas após o crescimento, mas às vezes podem demorar um pouco mais, dependendo da velocidade que ocorre a fase de germinação. Na sexta semana já é possível saber o sexo da planta.

No início as pré flores podem ser extremamente pequenas e difícil de identificar a olho nu, mas com uma lupa fica mais fácil de ver.

O ideal é olhar os nós da planta e procurar o crescimento de pequenos sacos em um macho e brácteas em uma fêmea, o que acaba produzindo pequenos cabelos nela.

Embora existam outros métodos de saber o sexo das plantar, o processo de examinar a formação da pré-flor é o mais confiável.

Remover os machos desde o início é importante por dois motivos: libera um espaço no jardim, para que as fêmeas cresçam maiores e mais fortes e evita que os machos polinizem as fêmeas.

Referências:

Bruno Oliveira

Tradutor e produtor de conteúdo do site Cannalize, apaixonado por música, fotografia, esportes radicais e culturas.

Mais Notícias