• 7 de dezembro de 2021

Legalização da cannabis pode se tornar realidade em estados americanos em 2022

 Legalização da cannabis pode se tornar realidade em estados americanos em 2022

Nova York, Nova Jersey, Virginia, Connecticut e Novo México legalizaram o uso adulto da cannabis, mas quem serão os próximos estados americanos a liberar o acesso e uso da planta?

No início do ano de  2021, cerca de 13 legislaturas estaduais americanas tinham medidas de legalização recreativa em cima da mesa. 

Cidades como Nova York, Nova Jersey, Virgínia, Connecticut e Novo México realmente  legalizaram a cannabis para todos os adultos. 

Atualmente é permitido por lei possuir em todos os três estados. 

O que muitos esperam é que os mercados de varejo possam abrir no próximo ano em todos esses estados, exceto na Virgínia, que não permite lojas de varejo até o ano de 2024.

Mas afinal, quais serão os próximos estados?

Com as eleições de meio de mandato chegando em novembro de 2022, alguns legisladores estaduais enfrentam uma pressão crescente para aprovar uma lei de legalização que eles elaboram ou fazer com que os eleitores aprovem sua própria lei.

A seguir estão alguns estados que estão considerando seriamente a legalização do uso adulto:

Maryland

Os legisladores em Maryland começaram este ano confiantes de que aprovariam um projeto de lei de uso adulto, mas a legislação vacilou. No entanto, todos os sinais apontam para aprovação em 2022.  

No mês de julho, Adrienne Jones, presidente da Câmara dos Delegados e líder da maioria democrata do órgão, prometeu colocar a questão perante os eleitores como um referendo eleitoral em 2022. 

Além disso, ela também deu o passo incomum de criar um “grupo de trabalho” legislativo que começa a mapear regras para um setor regulamentado, mesmo antes de os eleitores aprovarem formalmente uma. 

Missouri

Os defensores da legalização do Missouri estão confiantes sobre suas chances de aprovar um mercado regulamentado no próximo ano. 

Dois grupos pretendiam apresentar um referendo eleitoral aos eleitores. Entretanto, o coronavírus não facilitou as coisas.

A medida de emenda constitucional mais recente do grupo foi aprovada pelo Secretário de Estado do Missouri no início do mês de outubro, abrindo caminho para começar a reunir aproximadamente 171 mil assinaturas de que precisam.

Oklahoma

Os defensores em Oklahoma estão procurando expandir e gerenciar melhor as vendas de cannabis naquele estado e, no início deste mês, entraram com uma proposta de emenda constitucional legalizando o uso adulto no ano de 2022. 

Oklahoma foi aprovado em um programa de cannabis medicinal em 2018 que se tornou um dos mais permissivos do país, com poucas limitações sobre quem pode se qualificar.

Descrito em reportagens como o “Oeste Selvagem” da erva daninha, a cannabis medicinal explodiu em Oklahoma nos últimos três anos e quase 10% da população do estado obteve uma recomendação médica.

Ohio

Atualmente, Ohio é o maior estado com uma chance real de legalização em curto prazo, mas seu complicado processo de “estatuto iniciado” significa que não há um caminho fácil para o uso por adultos no estado de Buckeye.

No final de agosto, um grupo que se autodenomina “Coalizão para Regulamentar a Maconha como o Álcool” foi liberado para começar a coletar assinaturas para o primeiro estágio do provável processo de duas etapas. 

Medidas propostas no estado, poderiam legalizar a posse de até 2,5 onças de cannabis e o cultivo de até seis plantas por pessoa. 

Também incluiria a eliminação de muitas condenações anteriores de cannabis não violenta.

Arkansas

Assim como o Missouri, e Arkansas é outro estado onde os esforços de legalização cairam no ano passado sob a pressão do coronavírus. 

Os defensores do  tiveram que abandonar sua campanha de coleta de assinaturas em meio a contagens crescentes de casos.

Eles estão de volta em 2022 e, se conseguirem reunir as cerca de 89 mil assinaturas de que precisam, os eleitores na metade do mandato de novembro poderão aprovar uma emenda constitucional estabelecendo um mercado de uso adulto legal.

As medidas que o estado pretende tomar, alteraria a constituição do estado para permitir a venda no varejo para adultos maiores de 21 anos, permitir o cultivo de até 12 plantas e reverter as condenações de alguns dos que cumprem pena por crimes não violentos de maconha. 

Flórida

Depois que iniciativas eleitorais anteriores foram bloqueadas pela mais alta corte do estado duas vezes em sucessão neste verão, os defensores na Flórida estão fazendo outra tentativa de obter uma medida de uso adulto diante dos eleitores em 2022. 

Desta vez, o grupo responsável está confiante de que seu texto eleitoral será aprovado na análise legal.

Além do idioma, os defensores enfrentarão novos desafios desta vez, depois que os legisladores da Flórida, em abril, estabeleceram limites de contribuição mais rígidos para as campanhas eleitorais, parte de um esforço de décadas dos republicanos na Flórida para enfraquecer o processo de iniciativa dos cidadãos.

Referências

  • Leafly
Avatar

Bruno Oliveira

Tradutor e produtor de conteúdo do site Cannalize, apaixonado por música, fotografia, esportes radicais e culturas.

Mais Notícias