• 27 de junho de 2022

Já ouviu falar do CBD em pó?

 Já ouviu falar do CBD em pó?

A substância em pó pode ser utilizada de várias formas diferentes, como na mistura de cremes, vaporizadores e até comidas

Engana-se quem pensa que o uso do Canabidiol (CBD) pode ser utilizado apenas através do óleo. Hoje em dia, a substância extraída da cannabis também é utilizada em tinturas, vaporizadores, tópicos e até sprays.

Contudo, o método menos conhecido talvez seja o CBD em pó, embora possua uma série de vantagens, como cheiro, efeito e solubilidade.

O que exatamente é o pó de CBD?

A extração para fazer o canabidiol em pó não é muito diferente dos demais. A substância é retirada da planta e transformada em um componente sólido e seco. 

Em países em que a substância é menos restrita, a fórmula costuma ser vendida isolada, ou seja, sem outros elementos da planta, como o Tetrahidrocanabinol (THC) e terpenos. Apenas o CBD 99% puro

E sim, ele continua útil para uma variedade de condições médicas tratadas pela cannabis, como epilepsia refratária, dores crônicas, depressão e esclerose múltipla. 

Quais as vantagens?

A substância em pó não tem cheiro, o que pode ser uma boa para pessoas com sensibilidade, como pacientes com câncer ou crianças suscetíveis a náuseas. 

Sem contar que o produto normalmente é direcionado para pacientes que não podem ou não precisam do THC, o principal componente que gera os efeitos alucinógenos da maconha. 

O CBD em pó também pode ser diluído em algum tipo de gordura, o que pode facilitar a administração. 

Como se usa?

A substância pode ser utilizada de várias maneiras e pode ser aplicada de diversas maneiras.

  • Por meio da vaporização;
  • Misturado em cremes ou produtos de beleza;
  • Ingestão sublingual;
  • Misturado em óleos, como azeite ou óleo de coco;
  • Colocado dentro de cápsulas;
  • Jogado em qualquer refeição ou bebida. 

Consulte um médico 

É importante ressaltar que qualquer produto feito com a cannabis precisa ser prescrito por um médico, que inclusive, poderá indicar qual o melhor tratamento para a sua condição.

No caso dos produtos à base de cannabis, eles ainda precisam ser prescritos em receita azul do tipo B.

Caso precise de ajuda, disponibilizamos um atendimento especializado que poderá esclarecer todas as suas dúvidas, além de auxiliar desde a prescrição até a importação do produto. Clique aqui.

 

Tainara Cavalcante

Jornalista e produtora de conteúdo no Cannalize. Amante de literatura, fotografia e conteúdo de qualidade.

Mais Notícias