• 26 de junho de 2022

Instituto estuda o desenvolvimento de um colírio à base de cannabis 

 Instituto estuda o desenvolvimento de um colírio à base de cannabis 

Em parceria com uma farmacêutica canábica, o grupo de pesquisa da Funed pretende desenvolver um colírio para o tratamento de glaucoma.

Já pensou em um colírio feito de cannabis? Esse é um produto novo, que será desenvolvido por uma farmacêutica especializada em cannabis em parceria com a Fundação Ezequiel Dias (Funed).

A intenção da Ease Labs, é criar um colírio para tratar glaucoma. De acordo com a Organização Nacional das Nações Unidas (OMS), o problema é a segunda maior causa de cegueira no mundo. 

A doença que acomete 2% dos brasileiros não tem cura e pode ser crônica. 

Cannabis para glaucoma

Alguns estudos já evidenciaram que a cannabis pode ser útil no tratamento do glaucoma. Os canabinoides da planta podem auxiliar na redução da pressão intraocular.

Além de auxiliar nas dores intensas dos óleos e na vermelhidão, que eleva a pressão e prejudica a visão. 

Atualmente, já há uma busca por tratamentos com menos efeitos colaterais para o tratamento da condição. 

Novo colírio

No acordo, a farmacêutica irá disponibilizar os insumos da planta para as pesquisas, assim como os conhecimentos sobre o desenvolvimento técnico para a fabricação do produto, uma vez que é especializada no tema. 

Em contrapartida, o grupo de pesquisa coordenado pela diretora de Pesquisa e Desenvolvimento da Funed, Silvia Fialho, será responsável pela formulação do produto e avaliações pré-clínicas.

O grupo de pesquisa do instituto atua há mais de 15 anos no desenvolvimento de produtos para uso em oftalmologia, o que pode gerar resultados promissores.

Tainara Cavalcante

Jornalista e produtora de conteúdo no Cannalize. Amante de literatura, fotografia e conteúdo de qualidade.

Mais Notícias