• 24 de junho de 2022

Hemorragia digestiva: O que é, Causas, Sintomas e Tratamentos

 Hemorragia digestiva: O que é, Causas, Sintomas e Tratamentos

Você já ouviu falar da hemorragia digestiva e os perigos que ela pode causar, caso não seja diagnosticada e tratada com urgência? Vamos entender melhor sobre. 

O surgimento da hemorragia digestiva surge através do sangramento em algum local do sistema digestivo que pode ser classificado em dois tipo principais:

Hemorragia digestiva alta: Quando os locais do sangramento são o esôfago, o estômago ou o duodeno;

Hemorragia digestiva baixa: Quando o sangramento ocorre no intestino delgado, grosso ou reto.

É importante deixar claro que independente do tipo, o problema é considerado uma urgência e, por isso, a pessoa deve buscar por um médico o mais breve possível.

Dependendo da intensidade do sangramento, da quantidade de sangue que a pessoa perdeu e até mesmo do local, a questão pode ser considerada ainda mais séria, onde o paciente pode até mesmo ser internado para resolver o problema.

Causas

As causas da doença são consideradas diversas, podendo incluir uma série de fatores como por exemplo:

  • Lesões no esôfago;
  • Úlceras gástricas ou duodenais;
  • Lesão de mucosa provocada por medicamentos.

Além dos fatores acima, também é comum que aconteça em pessoas que passaram pelo seguintes processos:

  • Queimaduras consideradas graves;
  • Cirurgia extensa;
  • Problemas cardíacos.

Principais Sintomas

Os sintomas da hemorragia digestiva podem variar dependendo da região onde há o sangramento.

O sintomas da hemorragia digestiva alta podem ser:

  • Vômito com sangue ou coágulos de sangue;
  • Fezes pretas, pegajosas e muito mau cheirosas;

Já os sintomas da hemorragia digestiva baixa podem ser:

  • Fezes pretas, pegajosas e muito mau cheirosas;
  • Sangue vermelho vivo nas fezes.

Em casos de uma hemorragia grave pode ainda haver tonturas, suores frios ou desmaio. 

Caso o paciente apresente estes sintomas é aconselhada uma consulta com um médico gastroenterologista. 

Os exames que podem ajudar a diagnosticar as hemorragias digestivas são a endoscopia digestiva alta ou a colonoscopia.

Possíveis tratamentos

O tratamento para hemorragia digestiva varia conforme a causa da doença, podendo incluir:

  • Transfusão sanguínea;
  • Uso de medicamentos;
  • Cirurgia.

Em casos menos graves, o paciente poderá seguir o tratamento em casa, mas nos casos mais graves quando há uma grande perda de sangue, o internamento na Unidade de Terapia Intensiva pode ser necessário.

A hemorragia digestiva alta tem cura e o tratamento depende da identificação das causas e a verificação de quanto sangue foi perdido pelo portador. 

Depois de definir essas duas coisas, o tratamento pode ser indicado. 

Geralmente é feito através de medicamentos orais e intravenosos e jejum de 48 horas, para dar tempo do órgão digestivo se recuperar. 

Bruno Oliveira

Tradutor e produtor de conteúdo do site Cannalize, apaixonado por música, fotografia, esportes radicais e culturas.

Mais Notícias