• 28 de junho de 2022

Guaraná: O que é, Benefícios, Efeitos e Contraindicações

 Guaraná: O que é, Benefícios, Efeitos e Contraindicações

Sem dúvidas você já ouviu falar e até consome o famoso guaraná. Talvez de maneira industrializada através de produtos específicos ou até mesmo direto da natureza. Mas o fato é que todos nós já consumimos o guaraná de alguma forma.

Assim como muitas plantas, o guaraná é uma planta medicinal da família das Sapindáceas, também conhecida como Uaraná muito comum na região amazônica e no continente africado.

Como a maioria já sabe ou assimila, essa planta é muito utilizada para fabricação de refrigerantes, sucos e energéticos Porém também é bastante usada como remédio caseiro para falta de energia, cansaço excessivo e falta de apetite.

Seu nome científico mais conhecido é Paullinia cupana, e suas sementes são escuras e possuem uma casca vermelha, com um aspecto característico que é comparado ao olho humano.

No seu uso medicinal, geralmente as sementes de guaraná são torradas e secas.

Elas podem ser compradas na sua forma natural ou em pó em lojas de produtos naturais, farmácias de manipulação, feiras livres e alguns mercados.

A fruta nasce do guaranazeiro, em cachos. A árvore pode chegar a 10 m de altura, contendo flores grandes, brancas e cheirosas

Sua propriedade estimulante é apreciada pelos índios brasileiros muito antes da chegada dos portugueses.


Quais os benefícios que o guaraná pode oferecer?

Assim como outras plantas podem oferecer diversos benefícios, o guaraná também. Dentre eles estão:

Aumento no rendimento do treino

O guaraná, usado em forma de pó, aumenta a disposição e estado de alerta, gerando uma maior dedicação na hora de treinar e diminui a sensação de fadiga, principalmente em exercícios de longa duração.

Emagrecimento

Ajuda a reduzir o peso por ser rico em cafeína e antioxidantes, que aceleram o metabolismo e favorecem o uso da gordura como combustível para o corpo. Ele também reduz a fome, afastando a vontade de comer entre as refeições.

Melhora a concentração

Além de conter cafeína, também possui substâncias como teobromina e teofilina que ajudam a aumentar a concentração, o raciocínio e o estado de alerta para uma maior dedicação.

Melhora o humor

Estimula a produção dos hormônios dopamina e serotonina, que estão conectados ao aumento da sensação de bem estar, melhorando o humor.

Auxiliar no controle de colesterol e triglicerídeos

Rico em flavonoides e saponinas, substâncias com forte poder antioxidante que ajudam a reduzir o colesterol ruim e aumentar o colesterol bom.


Quais os efeitos e contraindicações?

Bom, como qualquer outra planta ou substância natural, a dúvida a respeito dos efeitos colaterais sempre surgem.

No caso, o guaraná normalmente não causa efeitos colaterais. No entanto, se for consumido em excesso pode causar o aumento dos batimentos cardíacos, levando à sensação de palpitação, agitação e tremores.

O uso dessa planta é contraindicado para grávidas, mulheres que estão amamentando, crianças e pessoas com pressão alta, doenças renais, hiperfunção da hipófise, gastrite, distúrbios de coagulação, hipertireoidismo ou com transtornos psicológicos, como ansiedade ou pânico.

Além disso, não deve ser usado por pessoas com epilepsia ou disritmia cerebral, pois o guaraná aumenta a atividade cerebral.

Bruno Oliveira

Tradutor e produtor de conteúdo do site Cannalize, apaixonado por música, fotografia, esportes radicais e culturas.

Mais Notícias