• 19 de maio de 2022

Extrato da cannabis inteira reduziu até 86% de crises epilépticas

 Extrato da cannabis inteira reduziu até 86% de crises epilépticas

O novo produto foi testado em crianças que eram resistentes tanto a remédios convencionais como ao próprio canabidiol. 

De acordo com um novo estudo publicado na  revista científica BMJ Pediatrics Open neste mês (14), um medicamento desenvolvido com toda planta a cannabis foi capaz de reduzir em até 86% das crises epilépticas em crianças.

O produto também foi capaz de reduzir a quantidade de anticonvulsivantes ou demais remédios para aliviar os efeitos adversos.

Tanto no Brasil como em vários países, já existem remédios feitos com a cannabis para o controle de crises epilépticas. Contudo, eles são feitos apenas com o Canabidiol (CBD), ou algum outro canabinoide em quantidades menores. 

Mas segundo o estudo do departamento de ciências do cérebro do Imperial College London, no Reino Unido, o novo óleo é feito com a planta inteira. 

Mais que CBD

Para a pesquisa, foram selecionadas 10 crianças ao todo, com idades entre 1 e 13 anos e epilepsia grave. Elas não respondiam a tratamentos convencionais e nem mesmo ao canabidiol. 

 Ele é o principal canabinoide utilizado pela indústria farmacêutica.O óleo feito com a substância possui efeitos anticonvulsivantes, agindo diretamente no cérebro e sem efeitos colaterais significativos.

Contudo, a planta também possui outras centenas de canabinoides, além de outros compostos terapêuticos, como terpenos e flavonoides

Resultados

Segundo os pesquisadores, cada criança tomou, em média, 5,15 mg de tetraidrocanabinol (THC) e 171,8 mg de CBD por dia. O THC é o principal componente que gera os efeitos psicoativos da cannabis. 

As informações sobre a aplicação do óleo eram coletadas através de videoconferência ou por telefone, onde os pais relataram as experiências em janeiro de  2021.

De acordo com o artigo, as crianças usavam em média 7 medicamentos diferentes para conter as crises. Mas depois do extrato da cannabis inteira, passaram a utilizar apenas um.

Sete delas conseguiram deixar de usar todos os remédios e ficaram apenas com o produto derivado da cannabis. O estudo mostrou uma redução média de 86% nas crises dos filhos.

Os pais também relataram outras melhoras na saúde e no bem estar, como uma melhora na alimentação, comportamento, cognição e na qualidade do sono das crianças. Entretanto, por causa do número pequeno de participantes, o estudo requer mais pesquisas.

Tainara Cavalcante

Jornalista e produtora de conteúdo no Cannalize. Amante de literatura, fotografia e conteúdo de qualidade.

Mais Notícias