• 25 de junho de 2022

Estudo descobre que ração de cânhamo reduz estresse no gado

 Estudo descobre que ração de cânhamo reduz estresse no gado

Pesquisadores da Universidade Estadual do Kansas determinaram que a ração para gado com cânhamo pode ter efeito benéfico nos níveis de estresse do animal.

A legalização do cânhamo pela Farm Bill em 2018 levou a uma enxurrada de pesquisas com a planta em todo EUA, à medida em que os cientistas iam descobrindo novas maneiras de fazer o uso dela. 

Uma pesquisa anterior no Kansas mostrou que a matéria vegetal do cânhamo industrial tem perfis favoráveis de proteína e de fácil digestão, tornando-a um potencial alimento para o gado.

O cânhamo é uma variedade da cannabis sativa que é muito utilizada na confecção de tecidos, cordas, papel e até na fabricação de materiais de construção civil. As suas fibras são duas vezes mais fortes que as fibras orgânicas, o que faz o cânhamo ser útil até na produção da estrutura de carros.

Estudos

Outro estudo revelou que o gado absorveu facilmente o ácido canabiólico (CBDA).

Michael Kleinhenz, professor assistente de produção de carne bovina na Faculdade de Medicina Veterinária da Universidade Estado do Kansas, diz que a pesquisa anterior tem implicações para a viabilidade do cânhamo industrial como ração de gado:

“Se o cânhamo for utilizado como ingrediente na ração do gado, é prudente conhecer e entender a farmacocinética e os potenciais efeitos biológicos do gado exposto à doses repetidas de canabinoides presentes no cânhamo industrial”.

Kleinhenz e uma equipe de pesquisadores decidiram estudar se os canabinoides presentes no cânhamo teriam efeito sobre a atividade e os níveis de estresse do gado que recebeu a ração. 

“O gado sofre com certo estresse e com inflamações”, explicou o professor, observando que os animais que são transportados e desmamados são os mais vulneráveis.

Comparativo

Para conduzir o estudo, os pesquisadores alimentaram deram cânhamo a um grupo de oito novilhos da raça Holandesa. O cânhamo foi misturado ao grão, dado individualmente a cada animal, para garantir uma dose completa e consistente. 

Outro grupo, também com oito novilhos, recebeu a ração sem cânhamo. Os animais foram monitorados nos seguintes itens:

  • Níveis de canabinoides;
  • Estresse sanguíneo;
  • Número de passos dados por dia;
  • Quantidade de tempo deitado.

Os pesquisadores, então, analisaram os dados para comparar os resultados entre os dois grupos de animais.

Resultados

“Nossos dados mais recentes mostram como os canabinoides via cânhamo diminuíram o hormônio do estresse, cortisol, bem como o biomarcador inflamatório prostaglandina E2”, disse Kleinhenz. 

O professor disse também que a pesquisa mostra que o cânhamo, contendo CBDA, pode diminuir o estresse e as inflamações no gado. 

Sendo assim, o cânhamo pode ser uma alternativa natural para diminuir esses problemas relacionados às práticas de produção, como transporte e desmame.

Benefícios

Os pesquisadores também determinaram que o grupo de gado que recebeu a ração contendo cânhamo passou mais tempo deitado, o que pode ajudar na digestão, auxiliando animais a produzir saliva e ruminar.

O estudo revelou que, embora os canabinoides pudessem ser detectados nos animais, o nível não aumentou ao longo do tempo. 

Kleinhenz disse que os dados iniciais coletados pela equipe são essenciais para que a Administração de Alimentos e Medicamentos dos Estados Unidos e a Associação Norte-Americana de Controle de Alimentação aprovem o cânhamo industrial como componente da ração para o gado.

Ele também observou que mais estudos serão necessários para saber se o mesmo efeito nos níveis de estresse é observado em animais submetidos a situações estressantes.

 

Arthur Pomares

Jornalista e produtor de conteúdo da Cannalize. Apaixonado por café, futebol e boa música. Axé.

Mais Notícias