• 17 de abril de 2021

Dosagem para Óleo de CBD: Guia Completo

 Dosagem para Óleo de CBD: Guia Completo

Descobrir qual a quantidade ideal de CBD para consumo pode ser mais uma missão artística do que científica. Muitos procuram pelo canabidiol como um auxílio para tratamento, mas quais as dosagens corretas? E quais os seus efeitos?

Apesar dos produtos de CBD disponíveis no mercado conter suas próprias diretrizes de dose, as experiências após o consumo podem variar. A medida ideal do produto geralmente dependente do peso do corpo de quem vai consumi-lo, mas outros fatores também influenciam como a química do corpo, a idade, e outras condições relacionadas à saúde.

Infelizmente, por não ser regulamentado pela Food and Drug Administration (FDA), não existem diretrizes oficiais de dosagem para o canabidiol. Contudo, existem práticas e regras gerais que podem ser seguidas.

Quão seguro é o uso de CBD?

A boa notícia é que esse canabinoide demonstrou ser seguro para os seres humanos, mesmo em doses de até 1.500 mg por dia.

Além de seguro, causa poucos efeitos colaterais, por esse motivo tem se tornado cada vez mais popular. Dificilmente pessoas passam por efeitos colaterais fortes com o uso de canabidiol, mas se por acaso ocorrer, eles geralmente incluem

  • Cansaço;
  • Diarreia;
  • Náuseas;
  • Mudança no apetite ou no peso;
  • Boca seca;
  • Pressão sanguínea baixa.

Destes efeitos colaterais, o cansaço é o mais comum. Como foi dito, para a maioria das pessoas, esses efeitos são raros.

No entanto, existem alguns grupos de pessoas que devem evitar o uso do canabidiol.

  1. Mulheres grávidas ou amamentando devem evitar o uso. Ainda não foram realizados estudos o suficiente sobre o uso de CBD nesse grupo para determinar se é seguro ou não. Contudo, é melhor evitar, até a comprovação de que não há riscos.
  2. Pessoas que tomam outros medicamentos também devem evitar o uso de canabidiol. Esses tendem a ser as pessoas com maior probabilidade de ter efeitos colaterais, devido à mistura entre o CBD e os medicamentos que eles já tomam.Mas se pretende começar o uso de canabidiol, mas não pode abrir mão dos outros medicamentos, o ideal é consultar um profissional da saúde e entender como isso pode ser feito.
  3. Assim como em mulheres grávidas, não foram realizados estudos suficientes sobre a segurança do uso do composto em crianças, exceto no caso de epilepsia pediátrica. A FDA aprovou o medicamento Epidiolex (que contém CBD) após mostrar claramente ser benéfico.

Quanto de canabidiol uma pessoa pode tomar?

A dose certa de CBD, como já citamos varia de pessoa para pessoa, levando em consideração o peso, saúde e medicamento que estão sendo tomados.

Quando uma dosagem é determinada, o objetivo é encontrar a dose mais baixa que forneça os benefícios desejados causando pouco ou quase nada de efeitos colaterais.

Usando a tabela de dosagem abaixo, a recomendação é iniciar com dose de acordo com o peso do corpo, e gradualmente ir aumentando até sentir os efeitos desejados. Uma vez que encontra a dosagem, pode ter como base.

Tabela de dosagem de CBD

O padrão das recomendações de dosagem está baseado no peso do corpo. Na maioria é recomendado tomar de 1 a 6 mg por 10 libras do peso do corpo.

 

E como converter a quantidade de lbs em quilogramas e saber a dosagem ideal?

Simples, quando se trata de peso, lembre-se de que uma libra corresponde a 0,45kg. Por exemplo, se a intenção for descobrir quantas libras uma pessoa de 65 kg pesa, basta fazer a divisão: 65 ÷ 0,45 = 144,4 libras, aproximadamente, dessa forma é possível através do resultado de libras saber a dose mínima, média ou alta (de acordo com a tabela) que essa pessoa pode consumir em dose de CBD.

Para facilitar ainda mais, se você quiser, pode acessar o conversor de libras em quilogramas online clicando aqui.

Novamente, estas são apenas diretrizes gerais. Algumas pessoas precisam de mais, enquanto outros precisam de menos. Por exemplo, se uma pessoa vive com dor crônica forte, com certeza precisará de uma dose diária maior, comparado com alguém que toma CBD ocasionalmente para lidar com situações de ansiedade.

Além disso, como o cansaço é um dos efeitos mais comuns do canabidiol, pode ser algo que no início parece estranho para quem nunca fez o uso da substância. É possível dividir a dose ao longo do dia, para não afetar o desempenho nas atividades, ou pode tomar a noite antes de dormir.

Realmente depende muito do paciente, então necessário ter paciência com a maneira que a dose funciona em cada pessoa.

Quanto tempo demora para sentir os efeitos ?

O tempo de espera para surtir os efeitos do composto e o tempo de duração, depende muito de como ele será consumido.

Os produtos de canabidiol consumidos oralmente, como comestíveis, pó ou cápsulas tendem a ter um tempo maior na duração dos efeitos. Antes de entrar nos vasos sanguíneos, onde interage com o sistema endocanabinóide, ele precisa passar pelo sistema digestivo primeiro (o que pode levar de 30 a 90 minutos).

O óleo CBD usado por via sublingual tem um início mais rápido porque não passa pelo sistema digestivo e entra diretamente nos vasos sanguíneos através da língua. Seus efeitos levam de 5 a 20 minutos.

Os estratos de CBD inalados com um vape causa efeitos mais rápido. Depois de instalados, os consumidores começaram a sentir os efeitos internos em alguns minutos. No entanto, duram apenas algumas horas.

Os óleos de CBD aplicados através de cosméticos, como loções e bálsamos, são os melhores para tratamento de pele. O óleo pode ser usado para massagear diretamente a área da dor e inflamação trazendo alívio em questão de minutos. Os efeitos podem durar várias horas.

O modo que é usado não afeta apenas o início e a duração dos efeitos, mas também o tamanho da dose que precisa ser tomada. O canabinóide tem uma biodisponibilidade oral muito baixa; portanto, os produtos ingeridos por via oral podem perder uma quantidade significativa do canabidiol através do sistema digestivo, deixando apenas uma fração dele para entrar na corrente sanguínea e exercer os efeitos desejados.

Quando aplicado na pele,não atinge a corrente sanguínea. Em vez disso, ele protege os receptores canabinóides próximos para tratar a dor. Semelhante à ingestão oral, a aplicação transdérmica na maioria requer uma dose mais alta, para garantir que afete a pele com profundidade assim atingindo esses receptores canabinóides.

Como os outros dois métodos (sublingual e inalatório) permitem que o composto entre diretamente na corrente sanguínea, uma quantidade maior é absorvida pelo sistema. Como resultado, é possível tomar uma dose mais baixa ao usar tinturas sublinguais ou estratos de vape.

Aqui está uma visão geral dos diferentes métodos de ingestão de CBD e como eles podem afetar seu sistema.


Produtos de CBD com mais de 0,3% de THC

As diretrizes fornecidas acima são para produtos de CBD que vem de cânhamo, que contém 0,3% de THC ou menos. Devido à sua quantidade baixa ou inexistente de THC, eles não produzirão efeitos intoxicantes. Esses produtos a base de canabidiol podem ser usados ​​para tratar uma variedade de condições, incluindo:

  • Transtornos de ansiedade e TEPT;
  • Depressão;
  • Convulsões e epilepsia;
  • Dor de artrite;
  • Inflamação;
  • Náusea e vômito induzidos por quimioterapia.

Esses são apenas alguns dos benefícios de saúde dos produtos de canabidiol com 0,3% de THC ou menos. No entanto, muitas pessoas pensam que sentem um alívio mais forte ao usar um produto com uma proporção mais alta de THC: CBD. Por exemplo, pacientes com câncer que sofrem de náusea ou apetite devido à quimioterapia podem preferir produtos com maior concentração de tetrahidrocanabinol.

Da mesma forma, algumas pessoas acham que os produtos desse composto com mais THC proporcionam melhor alívio da ansiedade. Embora, para alguns, uma quantidade maior de tetrahidrocanabinol possa realmente aumentar sua ansiedade, para outros se tornou benéfico. Depende do paciente.

Antes de usar um produto com uma relação CBD: THC , é importante verificar a legalidade desses produtos canabidiol no mercado. Os produtos de CBD e cânhamo industrial são definidos como aqueles com 0,3% de THC ou menos.

Apenas dez estados e Washington, DC, nos Estados Unidos, legalizaram os produtos de cannabis para uso recreativo. Enquanto mais de trinta estados legalizaram o uso medicinal, muitos desses estados exigem que você obtenha uma receita médica para usar um produto CBD com quantidades mais altas de THC, e só pode ser aprovado para condições específicas (como epilepsia).

As diretrizes de dosagem fornecidas acima são para produtos de canabidiol de cânhamo com THC de 0,3% ou menos. Se o paciente estiver usando um produto com mais THC do que isso, deve ter cuidado, mais cuidado ao descobrir a melhor dose.

Fale com o seu médico

Quando se trata de decidir qual dosagem de CBD deve usar, conversar com seu médico é importante. Embora nem todos os especialistas consigam informações claras sobre o CBD, dependendo das leis do local, alguns podem ajudar a recomendar dosagens ou marcas de alta qualidade e confiáveis. Consulte seu médico antes de tentar qualquer uso de canabidiol, principalmente se você estiver tomando algum medicamento.

Ficou curioso, deseja saber mais sobre o CBD? Clique aqui.

Referências

  • Cbd Oil
Avatar

Bruno Oliveira

Tradutor e produtor de conteúdo do site Cannalize, apaixonado por música, fotografia, esportes radicais e culturas.

Mais Notícias