• 20 de maio de 2022

Deputado propõe o cultivo de cannabis pela Embrapa

 Deputado propõe o cultivo de cannabis pela Embrapa

Foto: PTB

Segundo um documento enviado à presidência, o deputado do PTB sugere que o plantio seja responsabilizado pelo órgão federal, a fim de evitar possíveis desvios.

Ontem (25 de novembro) o deputado federal Ronaldo Santini (PTB-RS) encaminhou um ofício ao presidente Jair Bolsonaro sobre o plantio de cannabis em solo nacional.

No documento, ele pede que a Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária) seja a responsável pela produção cannabis para fins medicinais.

Foto: PTB

Segundo o deputado, o produto feito à base da planta seria desenvolvido pelo órgão do governo federal “de forma para garantir o controle sobre a produção, zelando pela segurança”.

O documento veio depois do Projeto de Lei 399/2015 ser encaminhado para câmara dos deputados em agosto deste ano.

A proposta de cultivo no Brasil para empresas e associações tem dividido opiniões não só na câmara, mas também no senado e nos ministérios.

O principal receio dos políticos que se posicionam contra a PL é o medo do desvio para o tráfico.

O deputado ainda acrescentou que as últimas reuniões sobre o assunto foram “carregadas de preconceitos e incertezas”.

Mas que é fundamental que o plantio seja realizado no Brasil de forma segura.

Justificativa

Vários estudos têm destacado as vantagens do plantio no Brasil. O principal deles, é reduzir os custos dos fitofármacos, que hoje custam mais de dois mil reais.

Os produtos importados também não são baratos, sem contar que são mais difíceis de conseguir.

O deputado Ronaldo Santini ainda acrescentou que esta seria uma solução para tornar o remédio mais acessível para quem precisa.

Segundo ele, seria um meio mais “eficaz” para fiscalizar o plantio e ao mesmo tempo, baratear os custos do remédio, que estará disponível no Sistema Único de Saúde (SUS) no próximo ano.

As informações são do GZH

Tainara Cavalcante

Jornalista e produtora de conteúdo no Cannalize. Amante de literatura, fotografia e conteúdo de qualidade.

Mais Notícias