• 26 de junho de 2022

Delta-8 veio para ficar e aqui está o porquê

 Delta-8 veio para ficar e aqui está o porquê

O famoso delta-8 é conhecido e amado por muitos consumidores em todo os Estados Unidos. Saiba por que sua popularidade está apenas começando a crescer.

Atualmente muitos estão vendo produtos à base de Delta-8 surgindo em todos os lugares.

Esse canabinóode natural do cânhamo, tem conquistado a indústria por causa de seu relacionamento próximo com o Delta-9 THC, com uma infinidade de benefícios de bem-estar e uma capacidade incrível de enviar e vender em todos os estados.

Embora os céticos e duvidosos possam pensar que é uma forma legal federal de THC, que ajuda a aliviar a dor e elevar o seu humor, ao mesmo tempo que o mantém calmo e relaxado, é boa demais para ser verdade. 

Eles acreditam que a falta de regulamentação e pesquisa é motivo de preocupação. No entanto, existem empresas de Delta-8 confiáveis que gostariam de dizer o contrário.

Os desafios que os líderes da indústria do Delta-8 tendem a enfrentar e superar conforme o novo canabinoide ganhe popularidade são as proibições em todo o estado e opiniões opostas sobre se os benefícios, se realmente valem a pena e como o próprio canabinoide é regulamentado. 

Entendendo os benefícios do Delta-8

Para que possamos compreender os benefícios do Delta-8, é importante saber que o Delta-8 e o Delta-9 são quase os mesmos em nível molecular. 

Embora ambos sejam isômeros de THC, um tem uma ligação dupla na oitava cadeia de carbono, enquanto o outro tem a mesma ligação dupla na nona cadeia de carbono. Isso é o que os diferencia e daí surgem seus nomes, Delta-8 THC que gera uma sensação mais tranquila e Delta-9 THC que causa uma sensação mais eufórica.

No caso do Delta-8, os consumidores podem desfrutar de muitos benefícios de bem-estar, como relaxamento corporal, calma mental e melhoria geral do humor, sem o medo de ficar “chapado’’ ou ir para o fundo do poço.

Como o Delta-8 não é exatamente o mesmo composto do Delta-9 e sua potência é um pouco menor, ele tem o luxo de ter poucos ou nenhum efeito intoxicante ou psicoativo.

Os benefícios desse composto que mais se destacam podem incluir:

  • Estimulação do apetite;
  • Alívio da dor;
  • Alívio da ansiedade;
  • Manter um estado de espírito calmo e relaxado;
  • Ajuda para dormir;
  • Melhoria do humor;
  • Relaxamento corporal;
  • Contra a náusea .

Além disso, para os pacientes com câncer e depressão, o Delta-8 pode dar oportunidades de ouro para que diversas pessoas possam melhorar sua qualidade de vida.

Por que existem proibições estaduais Delta-8 e por que elas não deveriam importar?

Falando sobre legalidade, se o Delta-8 seguir as diretrizes de 2018  estabelecidas pela Farm Bill de legalizar e considerar o cânhamo como um produto agrícola, então por que alguns estados o estão banindo?

Basicamente, é porque, em uma escala ampla, não há muita regulamentação sobre como o Delta-8 é produzido. 

Alguns estados como Nova York baniram o Delta-8, mas em casos que apenas o próprio Delta-8 foi criado sinteticamente.

Por exemplo, se alguém converte o isolado CBD em Delta-8 sinteticamente, não é mais natural ou legal. Felizmente, a maioria das empresas Delta-8 líderes da indústria garantem a segurança e qualidade.

Essas garantias podem ditar a diferença entre uma marca de qualidade e uma marca que não se importa. 

(imagem será maior)

O que procurar ao comprar Delta-8?

Tudo o que compramos, compramos com uma expectativa de um bom retorno e para isso é importante se atentar a alguns pontos. No caso do Delta-8 não é diferente, Abaixo estão alguns fatores.

  • Testes de laboratório terceirizados e atualizados;
  • Requisitos de rotulagem adequada (por exemplo, requisitos de idade, ingredientes, etc.);
  • Requisitos de embalagem (por exemplo, resistente a crianças, inviolável, etc.);
  • Credibilidade da marca;
  • Política e serviços.

Então, basicamente essa é a razão pela qual existem banimentos Delta-8 disparando de um estado para outro

Se houvesse algo a dizer sobre a indústria da cannabis, o correto seria chamada de resiliente. 

Isso porque há pouco mais de 20 anos, nenhum estado havia legalizado a maconha. Mas agora, mais de um em cada três americanos vivem em estados onde a planta é legal para consumo recreativo, e uma grande maioria vive em estados onde a erva é legal para uso medicinal. 

Referências

  • High Times

Bruno Oliveira

Tradutor e produtor de conteúdo do site Cannalize, apaixonado por música, fotografia, esportes radicais e culturas.

Mais Notícias