• 27 de outubro de 2021

Cresce o número de ingestão de cannabis por pets

 Cresce o número de ingestão de cannabis por pets

Apesar da maioria dos acidentes acontecerem em casa, cada vez mais tutores relatam os casos em ambientes públicos, onde restos da erva são deixados.

Com o aumento da legalização da maconha em vários estados dos EUA, o número de animais de estimação ingerindo a erva acidentalmente também aumentou. 

Segundo a instituição ASPCA Poison Control Center, com sede em Nova York, o número geral saltou de 1.436 para 3.923 casos de 2017 a 2020. 

Na Califórnia, por exemplo, em que o uso da maconha é bastante popular, o número de ligações para relatar casos assim cresceu 276% de 2016 a 2020. No Colorado, o número de ocorrências subiu 11 vezes desde a legalização da planta em 2012.

Efeitos negativos

Embora não tão nociva, a maconha pode gerar alguns efeitos colaterais bastante incômodos para os bichos. Enquanto os humanos utilizam maconha por causa dos efeitos, por exemplo, a sensação para os animais não é nada boa.

Os sinais da toxicidade incluem olhos dilatados, gotejamento da urina, depressão, sensibilidade ao toque e ao som, batimentos cardíacos lentos, baixa temperatura corporal e claro, instabilidade nos pés;

Segundo o veterinário João Lourenço, os animais não gostam dos efeitos alucinógenos do tetrahidrocanabinol (THC), principal composto da maconha. 

Eles ficam confusos, um pouco tontos, não conseguem ficar em pé direito. Em últimos casos, os animais podem apresentar até uma incontinência urinária.  

Onde eles encontram? 

Segundo os dados da ASPCA, a maioria dos acidentes acontece em casa mesmo, quando o animal encontra a maconha no sofá ou na cama. Contudo, o número de pessoas que relataram os casos em espaços públicos aumentou.

Em um aplicativo americano chamado Nextdoor, os tutores relataram que os seus animais de estimação ingeriram a cannabis achada em parques, praias e até em passeios pela vizinhança.

Tainara Cavalcante

Tainara Cavalcante

Jornalista e produtora de conteúdo no Cannalize. Amante de literatura, fotografia e conteúdo de qualidade.

Mais Notícias