• 27 de junho de 2022

CBD não afeta a direção, segundo estudo

 CBD não afeta a direção, segundo estudo

Uma pesquisa analisou o efeito do Canabidiol nas capacidades cognitivas dos motoristas, que mesmo em doses altas, não causaram qualquer problema.  

De acordo com um estudo realizado na Universidade de Sidney, na Austrália, quem usa o Canabidiol (CBD) pode pegar o carro tranquilo, pois a substância não altera os sentidos na hora de dirigir, mesmo com altas doses por dia. 

O estudo foi testado com até 1500mg de CBD, a maior dose diária possível. Ainda assim, não causou nenhuma alteração nas capacidades cognitivas das pessoas. 

Trata-se de um dos principais compostos presentes na cannabis, bastante utilizados em remédios. Ele é conhecido por não causar efeitos alucinógenos, como o Tetrahidrocanabinol (THC). 

“Embora o CBD seja geralmente considerado ‘não intoxicante’, seus efeitos em tarefas sensíveis à segurança ainda estão sendo estabelecidos”, disse a principal autora, Dra.  Danielle McCartney, da Lambert Initiative for Cannabinoid Therapeutics da Universidade .

Como o estudo foi feito

A pesquisa publicada na  Journal of Psychopharmacology envolveu 17 participantes, que realizaram tarefas de condução simulada depois de ingerir placebo ou uma das três dosagens do óleo de Canabidiol:

  • 15mg
  • 300mg
  • 1500mg

Para testar a noção de direção dos voluntários, os pesquisadores realizaram alguns testes simples, como manter uma distância segura entre outros veículos e dirigir ao longo de rodovias e estradas rurais.

O percurso virtual, que variou entre 45 minutos a 75 minutos, foi feito logo depois da ingestão do óleo e cerca de três a cinco horas depois também. 

A conclusão foi a de que nenhuma das três dosagens mudou a atenção dos motoristas, que cumpriram todos os requisitos exigidos no estudo mesmo sob efeito do CBD. 

“No entanto, alertamos que este estudo analisou o CBD apenas isoladamente e que os motoristas que tomam CBD com outros medicamentos devem fazê-lo com cuidado”, disse McCartney.

E o THC?

No entanto, quando falamos da substância que gera o famoso “barato” da maconha, as coisas mudam um pouco.

O elemento, que gera a  sensação de “barato”, faz com que o cérebro libere dopamina, o hormônio que dá a sensação de bem-estar. Ele é parecido com a anandamida, que regula o nosso humor, sono, memória e apetite.

Por outro lado, essa alteração no cérebro afeta também o equilíbrio, a coordenação motora, a postura e a noção do tempo por um certo período.

Em uma análise feita pela Highway Loss Data Institute mostrou que houve um aumento na taxa de acidentes ao volante de 5,2% em estados onde a erva foi legalizada.  

É proibido dirigir chapado

Embora ainda exista pesquisas com resultados diferentes, vale ressaltar que o Artigo da Lei 165 do código de trânsito também inclui drogas e substâncias psicotrópicas. Por isso, a maconha está inclusa também. 

Ela diz que é PROIBIDO dirigir após consumir, além de bebidas alcoólicas, qualquer outra substância psicoativa que cause dependência. Então, fica a dica para não ser multado e dizer que não sabia.

 

Tainara Cavalcante

Jornalista e produtora de conteúdo no Cannalize. Amante de literatura, fotografia e conteúdo de qualidade.

Mais Notícias