• 16 de agosto de 2022

CBD e Anticoagulantes: Entenda a interação entre os dois

 CBD e Anticoagulantes: Entenda a interação entre os dois

Two orange pill bottles laying down facing one another. One is filled with marijuana flower buds and the other is filled with white prescription pills. Studio shot on a white background.

O óleo de Canabidiol (CBD) é um medicamento extraído da planta cannabis. É possível tratar diversas enfermidades com ele, porém, o CBD pode ter uma interação adversa com anticoagulantes, como a varfarina.  

Vários produtos farmacêuticos, produtos à base de plantas e suplementos podem interagir com o CBD. Como resultado, o uso de outras substâncias pode precisar ser reduzido ou modificado se o Canabidiol for introduzido. 

Existem diversos fatores que podem influenciar nas interações medicamentosas, como o estado de saúde da pessoa paciente, a dose de um medicamento e a dose de CBD. Por isso, é sempre importante consultar um médico antes de começar um tratamento com cannabis. 

O CBD interage com a varfarina (anticoagulante)? 

A resposta direta é: SIM!

Tomar qualquer tipo de medicamento ou substância exige que seu corpo o metabolize. No processo metabólico, as drogas são “quebradas” para que o corpo possa absorver seus compostos e sentir seus efeitos. 

A estrutura química de uma substância determina como ela é decomposta, principalmente, no fígado, determinando assim a rapidez com que ela sai do seu sistema. A família de enzimas chamada citocromo P450 (CYP450) é responsável por converter substâncias ‘estranhas’ e torná-las facilmente excretáveis pelo organismo. 

A enzima CYP450 pode ser retardada ou acelerada por algum medicamento ou substância, incluindo CBD. Isso significa que a interação medicamentosa acontece quando os efeitos de uma substância são alterados pela presença de outro substância.

CYP450, CBD e varfarina

O CYP450 é predominantemente responsável por metabolizar a varfarina. O Canabidiol inibe esta classe de enzimas. O CBD ‘compete’ com a varfarina na mesma via metabólica, de acordo com um estudo da Biblioteca Nacional de Medicina dos Estados Unidos publicado em 2017. 

O CBD pode fazer com que a varfarina permaneça no corpo por muito tempo sem ser decomposta quando tomada em conjunto. Isso pode resultar em efeitos colaterais indesejados, como sangramento excessivo ou até overdose. 

Então, é possível tomar óleo de CBD com varfarina? 

O óleo de CBD e a varfarina não devem ser tomados juntos. A varfarina é um medicamento anticoagulante que previne a formação de coágulos sanguíneos perigosos que podem levar a ataques cardíacos ou derrames. 

Sangramento intenso, dores de cabeça e inchaços são alguns dos riscos associados à varfarina. 

Um estudo de 2017 publicado no Epilepsy & Behavior Case Reports mostrou que o CBD aumenta os efeitos de medicamentos anticoagulantes, diminuindo a forma como o corpo metaboliza a substância

O Canabidiol pode aumentar alguns dos riscos desses medicamentos, estendendo sua duração no corpo. 

Outros produtos que devem ser evitados

Além de fatores individuais (de pessoa para pessoa), existem várias interações medicamentosas que podem alterar a forma como seu corpo reage. 

Os anticoagulantes interagem com vitaminas, suplementos nutricionais, medicamentos e alimentos. Esses itens podem reduzir a eficácia ou aumentar os riscos de sangramento. 

Lista de alimentos e bebidas comuns a serem evitados ao tomar anticoagulantes: 

  • Suco de laranja
  • Alho
  • Alcaçuz preto
  • Álcool 
  • Chá verde

O CBD pode substituir anticoagulantes?

A pesquisa geral sobre o CBD é relativamente recente em comparação com as drogas convencionais. Até agora, o Canabidiol ainda não foi avaliado como um substituto seguro para qualquer tipo de anticoagulante. 

A Phytomedicine publicou um estudo em 2007 que usou um rato obeso para mostrar que os extratos de cannabis podem ter efeitos anticoagulantes. Nesse estudo, canabinoides como o Canabinol (CBN) e o Tetrahidrocanabinol (THC) exibiram propriedades anticoagulantes também. 

Segundo os pesquisadores, o THC e o CBN eram considerados como possíveis tratamentos para trombose e diabetes, condições que poderiam levar a um aumento irregular da coagulação do sangue. 

Por isso, é preciso ainda consultar um especialista antes de tomar o CBD como substituto de anticoagulantes ou de qualquer outro medicamento.

Toma anticoagulante e quer saber mais sobre a possibilidade de começar seu tratamento com CBD? Para consultar um médico prescritor de cannabis, clique aqui.

Arthur Pomares

Jornalista e produtor de conteúdo da Cannalize. Apaixonado por café, futebol e boa música. Axé.

Mais Notícias