• 27 de outubro de 2021

CBD diminuiu dores neuropáticas em roedores, segundo estudo

 CBD diminuiu dores neuropáticas em roedores, segundo estudo

A investigação brasileira mostrou ainda que a cannabis ativou a modulação de respostas emocionais, o que pode ajudar em um tratamento multifatorial e não só físico. 

Um novo estudo desenvolvido na USP de Ribeirão Preto mostrou que a cannabis pode ser útil para o tratamento de dores crônicas, além de comorbidades associadas como a ansiedade, por exemplo.

Publicada na revista científica Neuropharmacology, o uso da cannabis reduziu a percepção da alodinia, que se refere a dores com um simples toque ou estímulo. Assim como reduziu a  hiperalgesia térmica, a dor provocada quando o calor aumenta. 

 De acordo com a professora Christie Ramos Andrade Leite Panissi, do Departamento de Psicologia da FFCLRP e orientadora da pesquisa, o estudo também percebeu a ativação de regiões do sistema nervoso central.

Ativação que está relacionada à modulação de respostas emocionais. Segundo ela, a dor crônica pode estar relacionada a fatores emocionais, como ansiedade e depressão

Por isso, o tratamento canábico pode auxiliar não somente na dor física, mas na “modulação da percepção”. 

Fase pré-clínica

A pesquisa ainda está na fase pré-clínica, no entanto, os testes em ratos, o canabidiol (CBD), substância que não possui os efeitos alucinógenos, é promissor no tratamento da dor crônica neuropática. 

Pelo menos é isso que diz a pesquisadora Gleice K. Silva-Cardoso, do Programa de Pós-Graduação em Psicobiologia da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP) da USP.

Isso porque o Sistema Endocanabinoide está diretamente ligado à sensibilidade das dores. Presente em todo o organismo, ele funciona a nível celular, através dos chamados canabinoides produzidos pelo próprio corpo. 

Estas substâncias ajudam a restaurar a homeostase, ou seja, o equilíbrio das funções do organismo. A cannabis também possui canabinoides, que podem agir de formas semelhantes aos nossos, inclusive na dor. 

Cannabis para dores crônicas

Não é de hoje que os cientistas exploram as propriedades terapêuticas da cannabis em dores crônicas. 

Em uma revisão sistemática liderada pela Harvard de 28 estudos, examinam a eficácia de canabinoides para tratar várias dores e problemas médicos, o autor concluiu:

”O uso de cannabis para tratar as dores crônicas, neuropáticas devido à esclerose múltipla é apoiado por evidência de alta qualidade”.

Dos estudos revisados 6 em 6 sobre dor crônica e 5 em 5 sobre dores neuropáticas estudadas, encontraram uma melhora significativa nos sintomas entre os pacientes.

Enquanto muitos estudos estavam limitados a preparações sintéticas dos canabinoides, três dos cinco estudos sobre dores neuropáticas estudadas, investigaram o fumo de cannabis enquanto dois examinaram uma preparação de spray oral.

O tetraidrocanabinol (THC) e CBD na cannabis provocam efeitos analgésicos, principalmente quando são usados juntos.

 

Tainara Cavalcante

Tainara Cavalcante

Jornalista e produtora de conteúdo no Cannalize. Amante de literatura, fotografia e conteúdo de qualidade.

Mais Notícias