• 16 de agosto de 2022

CBD broad-spectrum: o que é, para que serve e como é produzido

 CBD broad-spectrum: o que é,  para que serve e como é produzido

A cannabis tem expandido rapidamente no mercado brasileiro. Segundo um levantamento da Associação Brasileira de Indústria de Cannabis (BRCann), desde o início da pandemia de COVID-19,  mais de 33 mil pessoas passaram a usar a cannabis no país.

No entanto, o extrato da planta pode ser encontrado em diferentes maneiras. De forma geral, você encontra produtos de Canabidiol (CBD) isolado ou de Full-Spectrum. Contudo, algumas empresas de CBD também oferecem o que é chamado de ”óleo CBD broad-spectrum”.

Todos esses termos para descrever o CBD podem se tornar realmente confuso. Mas estamos aqui para ajudá-lo a entender um pouco mais. Hoje vamos falar sobre o CBD broad-spectrum e como ele pode ser benéfico.

O que é CBD broad-spectrum ?

Antes de falarmos sobre ele, vamos relembrar os tipos de CBD mais comuns que podemos encontrar no mercado atualmente: o CBD isolado e o full-Spectrum. 

O CBD isolado é 99% puro. Durante o seu processo de extração, tudo que é encontrado na planta deve ser removido incluindo quaisquer vestígios de tetrahidrocanabinol (THC), terpenos, ceras, óleos, clorofila, flavonoides e até outros canabinoides. O que deve sobrar é o CBD puro e nada mais.

Já o CBD full-Spectrum, por outro lado, contém tudo que há na planta, tudo o que tem valor terapêutico e pode ser útil para criar o que conhecemos como Efeito Entourage.

Trata-se da sinergia, a mistura potencializa os efeitos de cada substância para uma melhor desenvoltura.

Arte: Cannalize

Sem THC

Bem, agora falando sobre o Broad-Spectrum. Ele é bem parecido com o full-Spectrum, mas sem nenhum teor de THC. Ou seja, ele oferece todos os benefícios do efeito entourage, associado ao Full-Spectrum, porém, sem os efeitos de THC.

Embora o THC também ajude no efeito comitiva, altas dosagens de produtos com a substância, mesmo em concentrações baixas, podem trazer euforia. Isso porque, assim como o CBD, os efeitos do THC também podem ser potencializados.

Outra questão que deixa as pessoas receosas, é que o tetrahidrocanabinol também pode dar um resultado positivo em testes de drogas.

Como é produzido?

Existem alguns processos diferentes que são usados para produzir o CBD broad-spectrum. Um deles é começar com o CBD isolado e depois ir adicionando outros canabinoides benéficos (menos o THC), terpenos e flavonoides.

Outro jeito de produzi-lo é através de um processo exclusivo que de remove o THC do full-spectrum. Ao Remover quantidades do canabinoide (como os 0.3% permitidos), restará um produto que pode ser usado sem medo por qualquer pessoa sem ter efeitos intoxicantes em seu sistema.

Técnicas

Os extratos de broad-spectrum são fabricados de maneira semelhante ao full-spectrum, mas com uma etapa adicional.

Primeiro, o cânhamo cru é tratado com um solvente. Embora muitos solventes possam ser usados, o método mais comum usa CO2 supercrítico, dióxido de carbono. Esse método de extração limpo e seguro, cria um óleo de cânhamo de full-spectrum, rico em CBD e que também inclui diversos fitoquímicos.

Em seguida, uma técnica química comum chamada cromatografia é usada para separar o THC do restante da mistura. Isso mantém todos os outros fitoquímicos intactos. Com esse método, você obtém um extrato livre de THC que ainda inclui CBD com outros canabinoides, terpenos e fitonutrientes (são substâncias bioativas encontradas nos vegetais).

Algumas empresas dão um passo adiante e separam todos os ingredientes e depois combinam.

Porque é tão benéfico?

Como já citamos acima, o CBD Broad-Spectrum oferece todos os benefícios do CBD Full-Spectrum sem quantidades de THC e seus efeitos.

A remoção do THC nesses produtos também garante que quaisquer questões de legalidade relacionados ao THC não atrapalhem os benefícios que o CBD oferece.

Muitas das marcas no mercado atualmente oferece produtos de CBD com extrações de Broad-Spectrum, tornando mais fácil a colheita dos benefícios do CBD full-Spectrum sem THC.

O lado bom é que o CBD Broad-Spectrum pode ser usado com mais segurança em casos como de crianças com autismo, ou pessoas que já tomam outras medicações sedativas.

Mas o THC, por ter vários efeitos terapêuticos, pode fazer falta em outros casos. Varia de paciente para paciente. E o melhor é testar e observar os efeitos, sob orientação médica.

 

Para que serve?

Óleos Broad-Spectrum não servem apenas para uma condição específica. Por outro lado, há problemas que ele não será muito útil. Tudo vai depender do paciente, concentração e até da doença, cabe ao médico decidir.

No geral, ele é indicado para condições como:

Referências:

Bruno Oliveira

Tradutor e produtor de conteúdo do site Cannalize, apaixonado por música, fotografia, esportes radicais e culturas.

Mais Notícias