• 28 de junho de 2022

Cannabis e corrida: Como a planta pode auxiliar e quais as controvérsias?

 Cannabis e corrida: Como a planta pode auxiliar e quais as controvérsias?

Shot of a group of people running along a roadhttp://195.154.178.81/DATA/i_collage/pu/shoots/784328.jpg

Para muitos que praticam atividades físicas como a corrida, por exemplo, nem sempre lidar com as dores e desconfortos é algo simples. Mas como a cannabis pode ajudar? Vamos entender um pouco.

Durante muito tempo, discutir se a cannabis é benéfica ou não para esse tipo de atividade era algo evitado no meio dos que praticam.

Muitos já tinham uma opinião formada, que na maioria, era baseada em uma visão negativa sobre a planta.

Mas à medida que a planta e seu uso tem ganhado popularidade e sua legalização avança ao redor do mundo, mais e mais atletas estão abrindo a discussão sobre o uso da cannabis e seus treinamentos.

O acesso e mais conhecimentos sobre a planta e seu uso estão mais fáceis do que nunca. 

Na verdade, ultramaratonistas como o Avery Collins e Jenn Shelton não tem vergonha de admitir que usam cannabis, assim como o triatleta Clifford Drusinsky.

Eles dizem que a planta ajuda a aliviar a dor e desconfortos após um treinamento que exige muito esforço físico.

A equipe do site Men ‘s Journal conversou com alguns profissionais para descobrir como a cannabis ajuda na recuperação após um treinamento.

Cannabis durante a performance

Se você está procurando por algo que acelere seu desempenho, nesse caso, a cannabis não é sua resposta.

Se o problema for desempenho máximo, que é velocidade ou força, então a cannabis não é tão útil, e já existem estudos de laboratório que mostram isso”, disse o Dr.Jordan Tishler, especialista treinado em Harvard no campo da terapêutica de cannabis medicinal.

Ou seja, trabalho duro, prática, recuperação e determinação ainda são fundamentais para ajudar a melhorar seu desempenho.

Cannabis para a recuperação

Por outro lado, a cannabis pode ser usada como um auxiliar na recuperação, o seu uso pode oferecer benefícios para ajudar na revigoração do corpo após um treino.

”Muitos pacientes tomam analgésicos quando não estão interessados em ingerir produtos relacionados à cannabis. Mas vale lembrar que esses medicamentos comuns podem causar distúrbio gastrointestinal, como o ibuprofeno, por exemplo. Esses tipos de remédios são feitos para uso crônico” disse a Dra. Junella Chin da MedLeafRX.

”Eles servem somente para uso ocasional. Muitos dos pacientes acabam tendo refluxo por causa disso. Se seu uso for contínuo eles podem até desenvolver úlceras. Existem muitos efeitos colaterais no uso desses medicamentos. Com CBD, esses efeitos não estão presentes.”

De acordo com a Dra.Junella, muitos dos seus atletas usam pomadas de CBD que são fáceis de aplicar. É preciso apenas esfregar nas articulações antes, durante e depois do treino.

”Prescrevo esse produto para meus pacientes, junto com um acompanhamento. E podemos notar melhoras e menos dor. ” afirmou Chin.

Para alguns seu uso ainda é controverso

Enquanto muitos atletas estão se voltando para a cannabis, para alguns, isso ainda é controverso.

“A cannabis é uma droga e tem efeitos viciantes disse o Dr.Keith Humphreys, Professor de Psiquiatria e Ciências do Comportamento de Stanford.

Pode não ser tão grave quanto tabaco, mas pode causar alguns vícios, como perda de memória e entre outros.“ acrescentou Humphreys.

Cada pessoa é afetada de maneira diferente pela cannabis. “Existem muitos químicos na planta cannabis“ explicou o Doutor.

Uma vez que cada pessoa é afetada de forma diferente, é importante procurar um especialista ou médico antes de tentar o uso da cannabis para aprender mais sobre as opções de consumo.

Ficou curioso e quer entender melhor sobre o uso de cannabis para alívio de dores musculares? Clique aqui.

Referências

  • Men’s journal

Bruno Oliveira

Tradutor e produtor de conteúdo do site Cannalize, apaixonado por música, fotografia, esportes radicais e culturas.

Mais Notícias