• 28 de junho de 2022

A legalização da maconha não afeta o consumo entre os jovens, diz estudo

 A legalização da maconha não afeta o consumo entre os jovens, diz estudo

Hoje em dia, existem muitas especulações de que se a maconha fosse legalizada, o consumo entre os jovens sairia do controle e causaria muitos prejuízos. Mas será que isso é verdade? Vamos ver o que dizem os especialistas americanos.

Enquanto alguns acreditam que a legalização da maconha aumenta o consumo entre os adolescentes, estudos foram feitos por especialistas e mostraram ao contrário.

Acontece que, de acordo com o resultados, a maconha legal e medicinal não tem muito impacto sobre o consumo entre os jovens.

Intitulado como “Legalização e prevenção da maconha entre adolescentes”, esse estudo foi publicado no The American Journal of Public Health. Os pesquisadores analisaram os padrões de uso da maconha na juventude e nos jovens envolvidos no sistema judiciário por causa do uso da planta nos anos anteriores. Os níveis de uso em estados legais, médicos e não legais e não médicos foram todos semelhantes.

Eles tinham como objetivo, determinar o impacto que ocorreu após a legalização recreativa da maconha na Califórnia, sobre o uso entre adolescentes e jovens adultos envolvidos no sistema de justiça e saber se houve alguma mudança.

De acordo com os resultados , “ao contrário das alegações de muitos que são contra a legalização da planta, as mudanças nas políticas de maconha dos estados não levaram a nenhum aumento no consumo entre os jovens.

No geral, a maioria dos eleitores acredita que essas políticas de uso recreativo estão acontecendo conforme o planejado, motivo pelo qual nenhum estado que legalizou o uso da maconha, para uso médicos ou recreativos, jamais voltou atrás de sua decisão”. disse Paul Armentano, o vice-diretor da National Organization for the Reform of Marijuana Laws (NORML) referente aos resultados da pesquisa.

Os jovens da Califórnia não demonstraram um aumento no uso de maconha após a legalização. Na verdade, as taxas de consumo entre os jovens na Califórnia eram mais baixas do que as dos jovens na Pensilvânia no mesmo período.

Resultados de vários estudos

Muitos outros estudos foram feito e mostraram resultados semelhantes, que a maconha legal não está associada ao aumento de consumo pelos jovens. Mesmo que possa haver uma relação indireta entre as atitudes em relação à planta em um estado e o uso de jovens, não há uma relação direta após a legalização. O que pode ser confirmado, e que houve pouca variação no uso de maconha por adolescentes de 2000 a 2019. A taxa de consumo ficou entre 42% e 49%.


“Embora a legalização recreativa da maconha não ser associada a mudanças no uso da planta entre os jovens do estado da Califórnia, houve um pequeno aumento nas taxas de uso na Pensilvânia após a planta ser legalizada. As leis recreativas sobre o uso, podem estar indiretamente relacionadas ao uso feito por jovens, dando créditos a atitudes nacionais em relação à maconha. Em resumo, uso constante de maconha entre adolescentes continuou nos últimos 20 anos, apesar das mudanças em sua lei, nos Estados Unidos durante este período”, afirma a pesquisa.

Apesar de haver muitos fatores implementados pela maconha legal e recreativa, é provado que o uso de jovens não é um dele.

Referências

  • Hight Times

Bruno Oliveira

Tradutor e produtor de conteúdo do site Cannalize, apaixonado por música, fotografia, esportes radicais e culturas.

Mais Notícias